Gestão de Transporte

Caminhão truck: o que é e quais as principais vantagens?

6 minutos de leitura
Caminhão truck: o que é e quais as principais vantagens?
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 3 de fevereiro de 2022

Índice

    Quem faz uso do transporte de cargas sabe que, hoje em dia, o mercado tem uma variedade considerável de modais disponíveis na intenção de atender a diferentes necessidades, como é o caso do caminhão truck, que é um dos veículos mais utilizados nas rodovias brasileiras.

    Inclusive, é justamente por causa da sua grande adesão e eficiência que vamos explicar em detalhes tudo que é preciso saber sobre esse tipo de caminhão para que, dessa forma, você fique bem informado antes de escolher qual será o próximo transporte de cargas para a sua empresa.

    Por isso, continue lendo este artigo até o final. Nele você encontrará os seguintes conteúdos:

    • O que é um caminhão truck?
    • Como escolher o caminhão ideal?
    • Quais são os tipos de caminhões de carga mais comuns no Brasil?
    • Tipos de carretas 
    • Carrocerias para o caminhão truck
    • Quais cargas são mais indicadas para ele?
    • Como encontrar os fretes ideais e vender mais

    O que é um caminhão truck?

    O caminhão truck, também chamado de caminhão 6×2 e caminhão trucado, é um tipo de transporte de carga muito popular no Brasil por causa da sua alta eficiência.

    Embora tenha 14 metros, ou seja, o mesmo comprimento do caminhão toco (ideal para circular em áreas urbanas), a grande diferença do truck são os seus 3 eixos, que se dividem entre simples e duplo, sendo 1 frontal e 2 na traseira.

    • O eixo simples fica na parte dianteira do veículo, com uma roda de cada lado.
    • O eixo duplo, alocado na traseira, possui quatro rodas, duas de cada lado.

    Muitos o confundem com o bitruck, mas eles não são iguais. Neste outro modelo, os eixos são duplos tanto na traseira quanto na dianteira. 

    Ainda vale ressaltar que esse caminhão carrega até 14 toneladas e seu peso bruto (isto é, o peso do veículo em si somado à carga) pode chegar a 23.

    Para transportar esse volume de carga, o motor de alta potência envia força para um dos eixos, o que aumenta o desempenho do truck.

    Como escolher o truck ideal

    Decidir qual é o caminhão truck ideal para atender a sua empresa vai depender do que você está querendo transportar. Em geral, a composição desse tipo de veículo pode levá-lo a operar bem com cargas simples/leves ou pesadas.

    • Se a sua mercadoria contém muito peso, opte pelos trucks que são feitos a partir de unidades tratoradas.
    • Caso a sua mercadoria seja mais leve, os trucks compostos por monoblocos vão atendê-lo perfeitamente. 

    Tipos de caminhões de cargas mais comuns no Brasil

    Como explicamos no começo deste artigo, existe uma variedade considerável de caminhões de carga operando no mercado, mas os que mais circulam pelas estradas são: caminhão toco, caminhão 3/4, caminhão truck e caminhão bitruck

    Caminhão Toco 

    O caminhão toco ou caminhão semipesado é indicado para transportes que são realizados em grandes centros urbanos, com capacidade para aguentar até 6 toneladas. Em geral, o veículo possui dois eixos e tração traseira.

    Caminhão 3/4

    O caminhão 3/4, popularmente chamado de VUC (Veículo Urbano de Carga), tem bastante semelhança com o toco, uma vez que ambos circulam na área urbana, mas ele só comporta até 3 toneladas de carga. Além disso, por determinação do DENATRAN, ele deve ter 2 eixos simples.

    Caminhão Truck

    O caminhão truck, caminhão trucado ou caminhão 6/2 consegue transportar até 14 toneladas, muito mais carga do que os caminhões toco ou 3/4 suportam, e possui 3 eixos.

    Caminhão Bitruck

    O caminhão bitruck, diferente dos demais, é o que aguenta mais toneladas de carga: 22. Ao todo, com o peso bruto, esse número chega a 29. Tem 4 eixos, onde os frontais são direcionais (se movimentam quando o volante é acionado) e pode ter tração em duas ou nas quatro rodas traseiras.

    Tipos de carretas 

    Ainda existe quem confunda as carretas com caminhões, mas assim como truck e bitruck são diferentes, esse pensamento está equivocado. As carretas têm equipamento articulado e cavalo mecânico, enquanto o equipamento dos caminhões não possui articulação.

    Aliás, você sabia que dependendo da carga a ser transportada, algumas carretas costumam ser até mais indicadas do que os próprios caminhões? Pois é!

    Confira abaixo a diferença entre os tipos de carretas.

    Carreta 2 eixos

    • Estrutura: Cavalo mecânico e semirreboque com 2 eixos cada;
    • Capacidade: 33 toneladas;
    • Comprimento: 18m.

    Carreta 3 eixos

    • Estrutura: Cavalo mecânico com 2 eixos e semirreboque com 3 eixos;
    • Capacidade: 41,5 toneladas (para carrocerias com 3 eixos);
    • Comprimento: 18m.

    Carreta Semirreboque ou Cavalo Mecânico

    • Estrutura: 2 eixos simples (um deles é tracionado);
    • Capacidade: Varia de acordo com o semirreboque anexo a ele;
    • Veículo extrapesado.

    Carreta LS ou Cavalo Mecânico Trucado

    • Estrutura: 2 eixos (os de trás são duplos);
    • Capacidade: Varia de acordo com o semirreboque anexo a ele;
    • Veículo extrapesado, porém, mais leve do que a Carreta Semirreboque.

    Bitrem ou Treminhão

    • Estrutura: 2 semirreboques tracionados por 1 cavalo mecânico. Pode ter 7 ou 9 eixos;
    • Capacidade: 7 eixos: 57 toneladas | 9 eixos: 74 toneladas;
    • Comprimento: 30m.

    Rodotrem

    • Estrutura: cavalo mecânico trucado + 2 semirreboques. Têm 3 articulações e 9 eixos;
    • Capacidade: 74 toneladas;
    • Comprimento: 30m;
    • Atenção: Este veículo precisa de autorização para circular.

    Carrocerias para o caminhão truck

    Carrocerias para o caminhão truck

    Outro aspecto que você deve observar para escolher qualquer tipo de caminhão são as carrocerias, termo usado para se referir apenas à parte traseira, onde são acomodadas as cargas.

    Listamos os principais tipos de carrocerias compatíveis com o caminhão truck.

    Carroceria aberta:

    • Grade baixa (ou Carga Seca): transporta mercadorias encaixotadas, ensacados, engradados, chapas e latas.
    • Graneleiro (ou Grade alta): muito usada no transporte de cargas a granel, como sementes e grãos, mas também indicada para carga geral.
    • Plataforma: geralmente usada no transporte de veículos de passeio, quando eles apresentam problemas nas ruas ou estradas.
    • Porta container: é ​​própria para o transporte de contêineres.
    • Caçamba: costuma ser usada no transporte de terra, brita, entulho e outros materiais de construção.

    Carroceria fechada:

    • Baú: comumente usado no transporte de carga seca, carga térmica e carga frigorificada.
    • Sider: transporta bem cargas paletizadas, como alimentos, produtos de higiene e de limpeza.

    Quais cargas são mais indicadas?

    Em linhas gerais, como é possível observar no tópico anterior, que trata sobre os tipos de carroceria, pode-se dizer que o caminhão truck é muito usado para realizar o transporte de mercadorias bastante variadas.

    Como o truck é rápido e compacto, ele costuma acelerar melhor, o que auxilia para que as entregas sejam feitas em menos tempo no perímetro urbano. Dessa maneira, podemos entender os motivos que o levam a ser muito popular para o transporte de uma variedade tão significativa de carga.

    Sistema de gestão de frotas para ajudar no dia a dia

    Investir no caminhão adequado para o tipo de serviço que a sua empresa oferece é tão essencial quanto saber gerenciar a frota!

    Isso porque otimizando a operação, a sua empresa vai conseguir alcançar resultados melhores e fornecer um serviço de qualidade para o cliente final.

    Logo, se você quer saber como controlar os gastos e a manutenção dos seus veículos, é preciso ter um sistema completo e online de gestão de frota, como o Sistema Fleet da Hivecloud.

    Nele você elabora o plano de manutenção preventiva e corretiva dos seus veículos, usa nosso checklist diário e mais: acompanha e gerencia os processos da oficina interna e externa. Portanto, vale a pena conhecer essa ferramenta.

    Este artigo te ajudou? Então, continue acompanhando os nossos conteúdos no blog para permanecer de olho em todas as novidades sobre o segmento dos transportes de carga.