Gestão de TransporteModais de transporteTransporte de cargas

Modal aquaviário: saiba tudo sobre!

5 minutos de leitura
Modal aquaviário: saiba tudo sobre!
Hivecloud
Escrito por:
Atualizado em 2 de dezembro de 2022

Embora ouvimos falar pouco sobre o termo, o modal aquaviário, transporte de cargas realizado através da água, é responsável por 99% das cargas transportadas na logística internacional.

Mas, e no Brasil? Esse número cai drasticamente para apenas 14%, segundo o portal da infraestrutura do Governo Federal. A falta de investimentos no setor é um dos grandes motivos para o desequilíbrio da matriz de transportes do país.

Dessa forma, o modal aquaviário é utilizado para o transporte de produtos de baixo valor agregado, como por exemplo: petróleo, carvão, minério de ferro, cereais, bauxita, alumínio, etc.

Se você deseja compreender como o modal aquaviário funciona, quais as vantagens e desvantagens de optar por esse modal de transporte, continue neste post para entender sobre:

  • O que é o modal aquaviário;
  • Quais as características do modal aquaviário;
  • Tipos de transporte aquaviário;
  • Qual a importância do modal aquaviário;
  • Identifique as melhores práticas do transporte de cargas para sua empresa!

    O que é o modal aquaviário?

    O modal aquaviário é definido pelo transporte de cargas através da água, como mares, lagos e rios. Em meio a isso, ainda pode ser acrescentado aqui a cabotagem, meio de locomoção de cargas pelas águas costeiras, normalmente utilizado para o transporte entre portos de um mesmo país ou viagens de curta duração/distância.

    Sendo o modal aquaviário o mais indicado para deslocar cargas que tenham diversos estados físicos – líquido, gasoso ou sólido. Podemos citar como exemplo: petróleo, carvão, minério de ferro, cereais, bauxita, alumínio, etc. 

    No Brasil há uma rede hidroviária de aproximadamente 22.037 km, que transporta cerca de 13% da mercadoria interna do país.

    Em síntese, as principais hidrovias do país são:

    • Amazônica com 17.651 km,
    • Tocantins – Araguaia com 1.360 km;
    • Paraná – Tietê com 1359 km;
    • Paraguai com 591 km;
    • São Francisco com 576 km;
    • Sul com 500 km.

    Assim, na região amazônica há cerca de 80% das vias navegáveis do país, por isso é a região onde tem os maiores números de hidrovias.

    Conheça os demais tipos de modais de transporte  

    Quais as características do modal aquaviário?

    O modal aquaviário é um meio de transportar cargas bastante versátil, uma vez que com ele é possível locomover cargas em qualquer estado físico – líquido, gasoso ou sólido. Além disso, esse modal também possibilita percorrer longas distâncias, porém perde em agilidade, se comparado com o aéreo, por exemplo.

    Isso nos leva a questionar as vantagens e desvantagens de optar por este modal, listamos abaixo as principais, confira.

    Vantagens

    O transporte feito pelo modal aquaviário é bastante seguro e eficiente.

    Dessa forma, o índice de acidentes de tráfego corresponde a 1% do total nas rodovias, além do roubo de cargas ser muito menor. Isso aumenta as chances da carga chegar em boas condições ao local de destino, diminuindo o índice de avarias e aumentando a eficiência da operação de transporte.

    Além disso, uma única barcaça pode transportar até 1.500 toneladas de cargas, o que corresponde a 60 carretas, ou a 20 vagões de trem.

    Desse modo, o modal se torna mais econômico que os demais, sendo capaz de levar muito mais cargas com menor consumo de combustível proporcional.

    Desvantagens

    Os transportadores que atuam no setor aquaviário reclamam da pouca atenção do governo nos últimos anos.

    O investimento público é o menor de todos os modais de transporte, correspondendo a menos de 1% do total. Além disso, o governo impõe uma grande burocracia ao setor ao equivaler o transporte interno ao externo, o que diminui a agilidade na autorização dos transportes por água.

    O modal ainda apresenta a maior dependência das condições climáticas, sendo mais suscetível a escassez, enchentes, tempestades e outros fenômenos naturais.

    Outra desvantagem é ser muito dependente das bacias hidrográficas já existentes, o que limita as opções de rotas.

    Tipos de transporte aquaviário

    Dentro do modal aquaviário, há diferentes tipos de transportes que podem ser utilizados para transportar cargas e pessoas, como o marítimo, fluvial, lacustre e submarinos. Confira abaixo a definição e particularidade de cada um.

    Marítimo 

    É caracterizado como marítimo o transporte que acontece em mares e oceanos, onde são utilizados navios para o transporte de cargas, podendo ser cabotagem (onde há transporte entre os portos do mesmo país) ou longa distância (quando o transporte é feito entre países ou continentes).

    Fluvial 

    Fluvial é o transporte que utiliza os rios para o transporte de cargas, geralmente feitos através de barcos.

    Lacustre 

    Quando o transporte é feito através de lagos e lagoas, é caracterizado como lacustre.

    Submarinos

    Tipo de embarcação para uso militar, transporte submerso, não pode ser localizado facilmente por inimigos e pode carregar bombas muito potentes, além de servir para pesquisas científicas.

    Qual é a importância do modal aquaviário?

    Através do modal aquaviário é realizado o transporte de produtos e também de pessoas, uma das principais causas de escolhê-lo é o baixo custo que esse transporte possui.

    Geralmente, o modal aquaviário é utilizado para o transporte de grandes cargas a longas distâncias, carregando minério e produtos não perecíveis. Os baixos custos que este transporte oferece, ajuda na melhoria do valor comercial dos produtos, fazendo com que se tornem mais competitivos no mercado, uma vez que o custo de transporte influencia no custo final do produto.

    O modal aquaviário também é muito utilizado para o transporte marítimo internacional, principalmente entre continentes, facilitando o acesso das mercadorias, além de ter rotas exclusivas e não haver problemas no trânsito.

    Ainda, podemos citar a questão do modal aquaviário ser um transporte mais limpo,  gerando menos poluentes para o meio ambiente. 

    Identifique as melhores práticas do transporte de cargas para sua empresa! 

    Ter boas práticas com o transporte de cargas é essencial para reduzir gastos com a logística, e consequentemente, fazer com que seu produto passe a ter um valor mais competitivo no mercado.

    Saiba como identificar qual o tamanho dos gastos com logística em empresas como a sua, o que faz o valor do frete ficar caro ou barato.

    Baixe agora mesmo, gratuitamente, infográfico que explica a composição dos custos com o transporte de cargas e descubra onde é possível economizar em sua empresa. 

    Quero reduzir os gastos da minha transportadora 

    Este conteúdo te ajudou? Compartilhe com os amigos! Até a próxima!