Os sinais de que sua empresa não vai bem

Os sinais de que sua empresa não vai bem | Hive.cloud

Os sinais de que sua empresa não vai bem

Aprender a interpretar os sinais que indicam como está o andamento de sua empresa de transportes é de extrema importância para avaliar o que mostra-se como algo favorável, ou não, para sua transportadora. Esses sinais são fundamentais para gerir sua transportadora seguindo as melhores práticas do mercado, uma vez que são capazes de revelar o que está funcionando bem e o que precisa ser estudado para ser mudado.

 

Além de facilitar o trabalho na hora de gerir sua empresa, os indicadores de performance também são observados por alguns clientes de transportadora na hora de escolher um novo parceiro logístico. Por causa disso, é sempre bom prestar atenção a eles. É pensando nisso que preparamos as 3 principais dicas para avaliar como está o andamento de sua empresa, confira abaixo.

 

Antes de tudo, é válido ressaltar que a escolha de qual indicador deve funcionar para sua empresa vai variar de acordo com as prioridades e características de cada transportadora. Isso significa que nenhum dos pontos abordados neste artigo será uma questão absoluta, mas sim que é preciso entender qual se encaixa melhor às suas necessidades.

 

Taxa de atrasos

 

Não resta nenhuma dúvida de que oferecer um serviço de qualidade deve ser primordial em sua gestão. Por causa disso, um dos indicadores que você deve monitorar é sua taxa de atrasos. Essa taxa corresponde à porcentagem de entregas realizadas fora do prazo em relação ao seu total. A porcentagem de atrasos deve estar o mais próximo possível de zero, o que vai indicar a excelência em pontualidade de suas entregas.

 

Além da satisfação do cliente que contrata o serviço de transporte, ser pontual também é uma obrigação legal. Segundo a Lei nº 11.442/07, quando acontece um atraso superior a 30 dias na entrega, a mercadoria pode ser considerada como perdida, o que acarreta em prejuízos para o transportador ou operador logístico responsável, além de prejudicar a relação com seus clientes.

 

Índice de avarias (estragos, danos ou prejuízos)

 

Durante o processo de entregas, muitos prejuízos podem vir a acontecer com a carga transportadora devido às muitas movimentações que ocorrem entre os veículos de coleta e entrega, no manuseio da linha de produção e do armazém, na conferência em terminais de cargas e nas movimentações durante o próprio desembarque das cargas.

 

É por causa disso que, apesar dos imprevistos, o índice de avarias deve estar o mais próximo possível de zero, que vai corresponder à quantidade de mercadorias danificadas em relação à carga total. Minimizar esse índice é importante pois, dependendo de como o cliente for afetado, esses prejuízos podem significar a perda da venda ou até mesmo do cliente, além de possíveis multas contratuais, indenizações ou outros tipos de prejuízo para seu negócio.

 

Uma entrega que possui baixo grau de avarias tende a deixar seu cliente mais satisfeito com o serviço de transporte, o que intensifica a relação de confiança com sua empresa, além da própria melhoria dos resultados em sua gestão.

 

Indicadores de gestão

 

Além dos indicadores que envolve diretamente os clientes, como a taxa de atrasos e índice de avarias, existe outra série de indicadores que você pode avaliar para conhecer o desempenho de suas atividades internas. Alguns deles incluem o On Time In Full (OTIF), que consiste em um indicador responsável pela métrica de qualidade da entrega dos produtos, Mark-up (cálculo do preço de venda do frete com base no custo da empresa), entre outros indicadores.

 

Como esses pontos geralmente geram muitas dúvidas, é recomendado também conferir nosso post sobre como calcular os indicadores de gestão de uma transportadora clicando aqui. Através dele, você vai poder entender como funciona o cálculo de cada um dos indicadores apontados na postagem, além de otimizar seu desempenho na hora de entender o que tem se mostrado como favorável ou não para sua empresa.

 

É válido ressaltar mais uma vez que nenhum desses indicadores são universais, o que significa que você deve definir quais deles são os mais adequados para levar sua transportadora mais além otimizando seu desempenho.

 

Alguma dúvida sobre os indicadores ou conhece alguma abordagem diferente da indicada? Não deixe de compartilhar sua experiência no campo de comentários abaixo!

Rômulo Mello
No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website