Documentos Fiscais

Pra que serve o Sintegra?

5 minutos de leitura
Pra que serve o Sintegra?
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 27 de outubro de 2023

O Sintegra é um sistema que tem como objetivo proporcionar mais segurança durante o processo de compra e venda, tornando essa experiência muito mais positiva e transparente. Deseja saber o que é e como funciona esse sistema?

Continue neste post que vamos te ensinar!

    O que é Sintegra?

    Sintegra é a sigla para Sistema Integrado de Informações sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços, que tem como responsabilidade o controle de operações de entrada e saída interestadual, com o recolhimento do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.

    Os criadores deste sistema o desenvolveram com o objetivo de aprimorar o funcionamento de todo o fluxo de compartilhamento de informações entre os contribuintes e os órgãos de fiscos estaduais.

    Através do Sintegra, ainda, é possível conferir transações de compra e venda de mercadorias, prestação de serviços de transporte, além de outras categorias que estão inseridas no ICMS.

    Isso acontece porque as empresas registram a sua documentação fiscal, que fica acessível à SEFAZ – Secretaria da Fazenda do Estado, permitindo, assim, o compartilhamento de dados com a Receita.

    Quem precisa usar o Sintegra?

    Todos os contribuintes que possuem a autorização para emitir documentos fiscais ou escriturar livros fiscais por processamento de dados são obrigados a entregar mensalmente o arquivo do mês anterior.

    Apenas os MEIs – Microempreendedores Individuais, contribuintes que são obrigados a usar o sistema emissor exclusivamente para NFe – Nota Fiscal Eletrônica e os que já estão definidos para entregar a EFD – Declaração de Escrituração Fiscal Digital, estão isentos da emissão do Sintegra.

    Ainda, os contribuintes de ICMS devem incorporar o Sintegra para garantir a segurança e legitimar suas operações.

    Até mesmo aqueles que optaram pelo Simples Nacional e os que são permitidos para escrituração digital através de sistema eletrônico de processamento de dados, sejam si mesmos ou para terceiros, como acontece com escritórios de contabilidade, precisam apresentar seus dados ao Sintegra.

    Pra que serve o Sintegra?

    É através do cadastro no Sintegra que as empresas conseguem emitir documentos fiscais para suas transações de venda, ou seja, o sistema funciona como um requisito para que isso aconteça. Listamos abaixo tudo o que o Sintegra permite fazer, confira. 

    Permite a emissão de NFs

    A partir do momento em que as empresas emitem os documentos fiscais, elas geram um arquivo digital conhecido como XML e, posteriormente, elas o enviam eletronicamente para o fisco, a fim de registrar e efetuar o recolhimento dos tributos.

    No entanto, o compartilhamento de informações só pode ser feito se o contribuinte estiver corretamente cadastrado.

    Para que tudo isso seja possível, é necessário ser usuário do SPED – Sistema Eletrônico de Processamento de Dados. Sendo essa uma proteção adicional para todos os envolvidos no processo, garantindo a precisão das informações, assim como a melhoria do processamento.

    Lembrando que o acesso ao SPED envolve também a SEFAZ. Por este motivo, o primeiro passo da empresa a ser seguido depois que ela é formalizada, é fazer o credenciamento na SEFAZ do seu estado para iniciar as emissões de documentos fiscais.

    Facilita a gestão fiscal

    Como todas as informações são compartilhadas de maneira mais fácil, a administração do fisco também se torna mais simples, permitindo verificar todos os documentos em um único lugar.

    Garante segurança em transações comerciais

    A rotina fiscal é um acompanhamento que já faz parte da gestão de uma empresa, e sabemos o quanto erros e inconsistências podem ser prejudiciais para o seu negócio, por isso o Sintegra vem como um facilitador para que você possa manter suas obrigações fiscais em dia, além de ter total segurança nas transações comerciais que for fazer. 

    Permite acesso a diferentes dados

    Todos os dados são armazenados e centralizados de maneira segura em um só lugar, garantindo uma grande vantagem no controle fiscal. Além de ter atrelado também a otimização de todo o processo.

    Como fazer cadastro no Sintegra?

    O Sintegra é um sistema da SEFAZ – Secretaria da Fazenda do Estado, que permite aos seus contribuintes realizar o cadastro e fazer o acompanhamento das suas obrigações fiscais. Para fazer o cadastro no Sintegra, basta acessar o site do sistema e seguir os passos abaixo:

    • Selecione o seu Estado;
    • Confira a aba para a qual foi direcionado. Assim, você pode consultar seu cadastro de contribuinte caso já tenha. Ou, ainda, selecionar a aba “Certidão de Pessoa Jurídica Não Inscrita no Cadastro Geral de Contribuintes de Tributos Estaduais RS” para emitir sua certidão;
    • Você pode verificar a validação da sua certidão na aba “validar certidão”.

    Pronto! Por fim, depois de seguir esses passos simples, você estará cadastrado no Sintegra e poderá utilizar todas as suas funcionalidades. 

    Como consultar Inscrição Estadual (IE) no Sintegra?

    Para fazer uma consulta da Inscrição Estadual no Sintegra, siga os passos abaixo: 

    Acesse o site do Sintegra:

    O primeiro passo é acessar o site do Sintegra para realizar a consulta. 

    Selecione o estado em que a sua empresa está sediada

    Aparecerá um mapa do Brasil, como na imagem abaixo. Dessa forma, basta clicar no Estado em que a Inscrição Estadual está cadastrada. Também há opção de procurar na lista de Estados que se encontra à direita, caso seja mais fácil.

    SINTEGRA

    Preencha dados

    A página exibirá um formulário para você preencher o tipo de documento – CCE, CNPJ, CPF, que você usará para consultar a IE – Inscrição Estadual.

    SINTEGRA / ICMS

    Saiba mais sobre Inscrição Estadual 

    Fazer essa consulta é importante, também, para identificar se você está apto para emitir CTe e MDFe.

    A importância de usar o Sintegra

    Por ter uso obrigatório, muitas empresas aproveitam diversas vantagens do Sintegra. Tais como: segurança em transações comerciais; transparência para arrecadar ICMS; eficiência na fiscalização e redução de custos para gerir impostos.

    Outro ponto que merece destaque é que com o Sintegra, as empresas puderam começar a emitir NFe. Além disso, o governo também se beneficia, por justamente ter uma rapidez e praticidade maior para conferir os dados fiscais das empresas.

    Emita documentos fiscais com a Hivecloud

    Para cumprir obrigações fiscais é indispensável que você conte com softwares que sigam os padrões determinados pela Sefaz.

    Nesse sentido, a Hivecloud pode fazer a diferença. Isso porque estamos há mais 15 anos no mercado desenvolvendo emissores completos e intuitos para facilitar todo o processo de emissão de CTe e MDFe.

    Crie uma conta e faça um teste gratuito.

    Faça sua primeira emissão de CTe grátis

    Experimente agora o emissor de CTe mais rápido do mercado!

    Faça sua primeira emissão de CTe grátis
    *Ao inscrever-se, você aceita nossos Termos de Uso.

    Alterar número

    A gente só precisa confirmar seu celular

    Verificar seu telefone

    Enviamos uma mensagem de texto para +55 Alterar

    Não recebeu um código?