Muitos gestores de transportadora se perguntam como montar uma tabela de frete de forma que mantenha a saúde financeira da empresa.

Sem dúvidas, essa é uma parte muito importante do serviço e que todo transportador precisa ter conhecimento de como fazer. Uma tabela de frete mal estruturada compromete a capacidade da transportadora de realizar o serviço até o final e assim desempenhar uma entrega de qualidade, que satisfaça seu cliente.

Para conseguir arcar com as despesas de seu negócio e realizar um bom trabalho, é preciso saber o que é essa tabela, qual sua função e como ela deve ser construída. Confira nosso texto elaborado para tirar essas dúvidas.

 

Entendendo a Tabela de Frete

A Tabela de Frete é a parte do contrato que indica quais os valores a serem cobrados por cada serviço que sua transportadora oferece. Esses valores vão variar de acordo com as tarifas que você escolheu trabalhar.

Por exemplo, você pode cobrar o serviço pelo tipo de veículo e quilometragem, independentemente do peso da carga que você irá transportar. Ou você pode levar em consideração apenas a quilometragem a ser realizada.

Enfim, essas escolhas vão variar conforme os tipos de serviço que você presta e as especificidades de cada um deles. É importante ressaltar que essas tarifas não são os valores do serviço, elas estão embutidas no preço do serviço que você oferece ao cliente.

 

Exemplos de tarifas da tabela de frete

Que tarifas podem compor a tabela de frete de sua transportadora? Explicaremos abaixo as mais utilizadas no transporte rodoviário de cargas no Brasil.

 

Quilometragem rodada

Nessa tarifa, você cobrará um preço por cada quilometro feito ou conjunto de quilômetros feito.

Ex: Se você precisa levar uma carga assegurada no valor de R$80,00 de Recife até João Pessoa, e cobra uma tarifa de R$0,75 por quilômetro rodado, vamos supor que a distância percorrida pelo caminhão será de 120km, o seguro da carga é 1% o valor dela, então o valor do frete vai ser de R$90,80 (R$90 da distância percorrida + R$0,80 do seguro)

 

Peso e volume da carga

Você pode calcular uma tarifa variando de acordo com o peso e o volume da carga de seu cliente

Ex: cobrando uma tarifa de R$0,60 por cada kg transportado, imagine que você vai levar uma carga de 150kg, e precise cobrar também uma Taxa de Dificuldade de Entrega (TDE) devido ao local de destino no valor de 3% do frete. O cálculo desse frete fica R$90 + R$2,70 (TDE) = R$92,70.

 

Tipo de veículo do transporte

Se você possui mais de um modelo veículo disponível para transporte pode cobrar tarifas diferentes para cada um deles.

 

Modelo de tabela de frete

Agora que você sabe o que é a tabela de frete e como os valores são calculados, veja um exemplo de tabela com os preços de um serviço de transporte por modal rodoviário:

Os preços dessa tabela de frete variam conforme o destino da entrega e o peso da carga, e possui ainda o valor de taxas extras como a do seguro da carga (Ad Valorem) e a taxa de GRIS (contratação de gerenciadoras de risco para a entrega).

 

Baixe um Modelo Grátis!

É verdade que existem muitas tarifas que incidem no valor final do transporte e, por causa disso, muitas transportadora são afetadas diariamente por não saberem realizar esse cálculo corretamente.

Para te ajudar a cobrar o valor correto de frete em suas operações de transporte, nós elaboramos um Modelo de Tabela de Frete gratuito para download.

Cadastre-se aqui para receber!

 

Ainda ficou com dúvidas sobre as principais tarifas que compõem a tabela de frete? Deixe seu comentário mais abaixo para a gente te ajudar!
Hive.Cloud
5 Comentários
  • mauricio orlando da costa
    Responder
    Posted at 19:31, 25 de junho de 2018

    boa noite so camihoneiro moro goiais aqui eles quer pagar o frete na tabela como vao resolver

  • mauricio orlando da costa
    Responder
    Posted at 19:33, 25 de junho de 2018

    os frete em goaina as trasportadora nao tao comprimdo a tabela

    • Posted at 11:19, 26 de junho de 2018

      Oi, Mauricio!

      Se você estiver se referindo à tabela de frete mínimo determinada pela ANTT, ainda estamos aguardando decisão do STF sobre como ela vai funcionar.

      Por enquanto, fica valendo sua própria tabela de fretes, definida de acordo com seus próprios custos, como explicamos nesta publicação.

  • Posted at 19:44, 24 de novembro de 2018

    Oi, o meu nome é André. Achei bem legal mesmo.

    • marialuiza
      Responder
      Posted at 15:15, 26 de novembro de 2018

      Olá, André! Muito obrigada pelo seu comentário! 🙂

Deixe um comentário

Comentário
Nome
Email
Website