Tabela de Frete

Carreto ou frete? Entenda a diferença

4 minutos de leitura
Carreto ou frete? Entenda a diferença
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 24 de maio de 2022

Índice

    Embora muitas pessoas ainda se atrapalhem na hora de identificar qual é a diferença entre carreto e frete, já que ambos são utilizados para levar um volume pequeno de cargas, conhecer as particularidades de cada tipo de transporte é essencial para a sua empresa.

    Isto porque, se o seu objetivo é atender ao consumidor e realizar as entregas da melhor maneira possível, com alto nível de qualidade, você precisa conhecer bem que tipo de serviço vai corresponder melhor às suas necessidades.

    Então, para que não restem mais dúvidas sobre o assunto, indicamos que você faça a leitura completa deste artigo, onde iremos abordar:

    • O que é carreto e como ele funciona?
    • O que é frete?
    • Diferença entre carreto e frete
    • Cuidados na contratação desses meios de entrega

    Após ler todos os tópicos que preparamos, temos certeza que você não vai mais errar na escolha! Por isso, continue conosco.   

    O que é carreto e como ele funciona?

    O carreto é um serviço comumente prestado por profissionais autônomos para transportar pequenas cargas em trajetos de curta distância, ou seja, que podem acontecer dentro de um mesmo município ou no entorno dele, entre uma cidade vizinha e outra.

    Esse percurso geralmente é realizado em caminhonetes, pick-ups ou caminhões menores, e costuma ter um custo mais acessível, mas é importante destacar que, por se tratar de um setor em que existe bastante informalidade, a empresa precisa tomar alguns cuidados na hora da contratação para evitar possíveis dores de cabeça.  

    Nesse sentido, uma dica valiosa é buscar por pessoas que estejam devidamente cadastradas no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTC), o que vai reforçar a credibilidade do autônomo e passar mais segurança para quem vai fazer a contratação. 

    Outro ponto interessante que pode ser observado é que, no carreto, quem se responsabiliza por fazer o carregamento da mercadoria até o veículo é o contratante. 

    O que é frete?

    Em linhas gerais, sabemos que ao falar sobre frete a primeira associação que fazemos é com o valor desembolsado para que as mercadorias sejam transportadas de um ponto a outro, não é mesmo?

    Porém, além da definição mais conhecida pelas pessoas, existe outro sentido para o frete, que diz respeito ao transporte em si de pequenas cargas, só que de forma mais robusta do que no carreto e em um cenário menos informal.

    Por exemplo: é possível contratar auxiliares para realizar o serviço e muitos profissionais autônomos já são credenciados. Além disso, nesse meio de entrega o carregamento dos produtos é feito por quem é contratado. 

    Qual a diferença entre carreto e frete?

    Agora que entendemos a definição de ambos os serviços, você deve estar se perguntando o que é que os torna diferentes, uma vez que ambos funcionam para transportar um baixo volume de itens, não é mesmo?

    Para facilitar a sua compreensão, listamos abaixo os principais pontos onde esses meios de entrega se diferenciam. 

    Características do carreto:

    1. O contratante organiza a carga e realiza o carregamento até o veículo.

    2. Não há contratação de pessoas para ajudar a desempenhar o serviço.

    3. Geralmente é realizado em vans, caminhões de pequeno porte ou pick-ups.

    4. O valor do serviço é mais acessível, mas é mais trabalhoso.

    Características do frete:

    1. Quem contrata o serviço organiza com antecedência os objetos que serão transportados e o carregamento é por conta do contratado. 

    2. Pode existir a contratação de um ou mais ajudantes.

    3. O transporte pode ser tanto rodoviário, quanto aéreo, ferroviário ou marítimo.

    4. O valor do serviço pode ser um pouco mais alto, mas de muita qualidade.

    Cuidados na contratação de Frete ou Carreto

    Já deu para conhecer mais sobre quais são as diferenças entre frete ou carreto, concorda? Sendo assim, o próximo passo é entender os cuidados que você precisa tomar ao realizar a contratação de um desses serviços.

    Separamos 4 dicas essenciais para serem colocadas em prática!

    Dica 1: Antes de tudo, pesquise bem. O primeiro passo para garantir que a contratação não te causará problemas é buscar referências de trabalhos anteriores realizados pela empresa e visitar sites como o Procon ou Reclame Aqui para encontrar mais informações. 

    Dica 2: Não deixe de exigir a nota fiscal. Todo serviço precisa de comprovação, portanto se a empresa não fornecer a NF ligue o alerta vermelho. Essa é uma das melhores formas de conseguir comprovar que o serviço aconteceu.

    Dica 3: Faça a documentação de todos os itens que serão transportados. Não há como saber se houve irregularidade sem fiscalização e documentação de tudo que será transportado pela empresa. Inclusive, você pode solicitar a assinatura do responsável pelo carreto ou frete para ter ainda mais segurança. Lembrando que isso não substitui o contrato de prestação de serviço, ok?

    Dica 4: Dê preferência a pagar um sinal, não o valor integral do serviço antes que ele seja encerrado. Pagar antecipado pode dar margem para problemas. Por via das dúvidas, evite. 

    Quer conhecer mais a respeito do transporte de cargas? Temos uma série de e-books gratuitos que podem te ajudar! Aproveite o material e continue lendo outras publicações para ampliar o seu conhecimento sobre o tema.