Gestão de Transporte

O futuro das tecnologias do campo da logística

4 minutos de leitura
O futuro das tecnologias do campo da logística
Hivecloud
Escrito por:
Atualizado em 10 de dezembro de 2021

Índice

    Por mais que as tecnologias do campo da logística sejam uma das que mais evoluíram nos últimos tempos, ainda precisamos conversar sobre seu futuro. Isso porque elas estão em constante evolução, entregando resultados cada vez mais surpreendentes para as transportadoras, mesmo em ambientes de negócios complexos, e fazendo com que os gestores se preocupem mais com pessoas e soluções tecnológicas do que com técnicas de gestão propriamente ditas.

    Diante deste cenário, o que você acha de nos anteciparmos ao futuro e explorarmos um pouco mais o que ainda está por vir neste mercado tão dinâmico? Então continue lendo:

    A força motora da gestão logística

    No setor de transportes, o uso de tecnologias no gerenciamento de processos logísticos não é nenhuma novidade. A cada dia que passa, mais funcionalidades são integradas para facilitar a vida tanto dos gestores como de sua equipe, como é o caso dos softwares de gestão logística, que possibilitam o Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI), a Gestão Operacional de Armazéns (WMS), a Emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CTe), entre tantas outras soluções que vêm mudando a forma de se gerenciar processos.

    Até pouco tempo atrás, tudo isso era feito através de planilhas físicas ou sistemas isolados, que não trocavam informações entre si e demandavam um enorme trabalho para integrar todos os dados e extrair a inteligência necessária para auxiliar os gestores em suas tomadas de decisão. Além dos softwares logísticos, outras tecnologias também vêm, há muito tempo, se popularizando no meio empresarial e tornando a gestão de transportadoras mais dinâmica e rentável:

    Computação em nuvem

    A virtualização de softwares logísticos é uma tendência que vêm sendo “abraçada” por grande parte das transportadoras, já que ela facilita o acesso a uma enorme quantidade de informações e ainda mantêm os colaboradores sempre conectados, apesar da distância física. Nos próximos anos, a computação em nuvem (cloud computing) exigirá dos gestores cada vez mais competência e preparação para gerir esta tecnologia e proporcionar a competitividade necessária para a transportadora.

    Aplicativos móveis

    Os aplicativos móveis instalados em tablets e smartphones também ganharão ainda mais espaço, tornando-se indispensáveis para o bom andamento dos processos de embarque e entrega. Com apps simples e intuitivos, os funcionários conseguem confirmar operações em apenas poucos segundos através de fotos, áudios e localização por GPS, enquanto os gestores podem notificar seus motoristas durante todo o processo por meio de mensagens de texto via SMS e Whatsapp.

    Soluções customizadas

    Os softwares personalizados, que se integram a qualquer sistema e oferecem um nível de qualidade de serviço acima das expectativas, devem ser priorizados pelos gestores de transportadoras na hora da escolha de uma solução tecnológica. Isso porque eles superam barreiras, se adaptam à realidade da companhia e dão maior amplitude à atuação dos colaboradores, conectando-os exatamente com suas maiores necessidades.

    A gestão focada em resultados

    O gerenciamento de processos logísticos não inclui apenas um conjunto de técnicas e procedimentos para que se tenha um melhor controle dos embarques e entregas e de seus respectivos controles contábeis, mas também toda uma metodologia para permitir uma gestão focada em resultados, que é colocada em práticas através de uma ferramenta tecnológica. Esta também é uma importante aliada na hora do planejamento estratégico e na identificação de tendências, sendo considerada uma ponte que a empresa deve utilizar para chegar ao seu promissor futuro.

    O fim das barreiras de comunicação

    Uma das grandes missões de qualquer gestor de transportadora é integrar funcionários, promover uma comunicação clara e assertiva e unir sua equipe para atingir os objetivos do negócio. Mas para isso, ele precisar ir além das tradicionais reuniões e avaliações de desempenho e adotar uma postura de liderança focada na inovação, visando elevar o nível de envolvimento da equipe a cada nova solução tecnológica adotada e permitir que todos contribuam para a criação de processos inovadores na empresa. Assim, torna-se possível aumentar a qualidade dos serviços prestados, elevar a satisfação dos clientes e alcançar os resultados almejados.

    A necessidade de ir além

    Muitas transportadoras ainda medem o sucesso de seus serviços logísticos analisando o número de entregas dentro do prazo e o orçamento em dia, esquecendo-se do mais importante: o valor que cada processo agrega para cliente final.

    À medida que o gestor compreende que não basta apenas realizar o serviço, sendo preciso entender as necessidades reais do cliente e desenvolver soluções inovadoras, fica muito mais fácil descobrir as métricas certas para mensurar os resultados de retorno financeiro da transportadora.

    Nos próximos anos, isso será imprescindível para a empresa conquistar mais clientes, aumentar seu faturamento e ganhar vantagens competitivas no mercado.

    E você, acredita que estas tendências irão se concretizar ou já estão se concretizando? Tem alguma outra que você queira compartilhar conosco? Deixe seu comentário!