Documentos FiscaisGestão de TransporteTransportadora

Tudo o que você precisa saber sobre EDI

3 minutos de leitura
Tudo o que você precisa saber sobre EDI
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 9 de agosto de 2022

Índice

    Você já ouviu falar em EDI? Entender o significado dessa sigla é essencial pra uma boa gestão de qualquer transportadora, ainda mais porque ela representa a padronização e a otimização da comunicação entre sistemas de informação variados que toda empresa deve ter.

    Dessa forma, para tirar de vez todas as suas dúvidas relacionadas ao assunto, nós da Hivecloud preparamos esse artigo.

    Continue lendo e saiba que vale a pena usar essa inovação em sua transportadora.

    O que é EDI na logística?

    A princípio, quem trabalha na área de transportes e logística com certeza está se encontrando com dúvidas sobre EDI TransportesPadrão Procedalayout proceda Ocorenlayout proceda Doccoblayout proceda Notfislayout proceda Conemblayout proceda PrefatEDI XML, WEB EDI, EDI TXT e e entre outros.

    Mas, afinal, você sabe o que é isso tudo?

    EDI é uma sigla que significa Electronic Data Interchange, ou em português, Intercâmbio Eletrônico de Dados.

    Assim, ele trata-se de um processo para troca de informações entre dois sistemas. Dessa forma, no segmento de transportes, a troca de dados é realizada entre sistemas de embarcadores, transportadoras e os demais envolvidos na operação de transporte (contadores, seguradoras etc).

    > Clique aqui para continuar aprendendo: Como escolher o melhor EDI (Electronic Data Interchange)

    Informações Trocadas no EDI

    Aqui estão algumas das informações que geralmente são trocadas entre esses dois players da gestão logística:

    • Notas Fiscais;
    • Bem como conhecimentos Eletrônicos;
    • Ocorrências de entrega;
    • Assim como informações sobre a fatura.

    Sendo assim, essas informações podem ser compartilhadas dentro de padrões de EDI (ou layouts). Os padrões mais populares no mercado são os do Padrão PROCEDA: NOTFIS, CONEMB, OCOREN, DOCCOB e PREFAT.

    Tipo de ArquivoDados TrafegadosPrincipais FormatosRemetenteDestinatário
    Notas FiscaisDados das notas ficais remetidas ao transportador.NOTFIS Proceda 3.x
    XML NF-e v2.0
    EmbarcadorTransportador
    Conhecimentos de TransporteConhecimentos de Transporte Embarcados pelo Transportador.CONEMB Proceda 3.x
    XML CTe v2.0
    TransportadorEmbarcador
    Ocorrências de EntregasEventos e ocorrências durante o processo de entrega.OCOREN Proceda 3.xTransportadorEmbarcador
    Pré-faturas de transporteConhecimentos e valores liberados para faturamento e pagamento.PREFAT Proceda 3.xEmbarcadorTransportador
    Documentos de CobrançaFaturas e respectivos conhecimentos para pagamento do embarcador.DOCCOB Proceda 3.xTransportadorEmbarcador

    > Saiba como usar o EDI para vender mais fretes.

    Por que usar EDI?

    Primeiramente, podemos dizer que o principal objetivo dessa troca eletrônica de dados é permitir que qualquer arquivo seja facilmente aberto pelos sistemas do transportador, do embarcador e de todos os envolvidos na operação de transporte.

    Além disso, evita a redigitação e acelera o acesso à informação. Por isso, utilizar do EDI é bom para a gestão da transportadora e também do embarcador.

    A troca eletrônica de dados pode ser feita para várias informações diferentes, como de acordo com a necessidade das empresas envolvidas. 

    Dessa forma, é possível usá-lo para fazer a averbação automática das cargas, por exemplo.

    > Conheça Todos os Benefícios do EDI para sua Transportadora.

    Preciso usar EDI na minha transportadora?

    Visto que, atualmente, ele tem sido exigido pelos embarcadores de cargas. Então, se as transportadoras não se atualizarem e não utilizarem essa tecnologia, podem perder boas oportunidades de fretes.

    Por isso, é preciso, assim, procurar implantar essa atualização, capacitar os funcionários da sua transportadora para que eles dominem o entendimento de como realizar essa troca de informações que é necessária na área de logística e transporte de cargas.

    Além disso, o desenvolvimento de tecnologias capazes de digitalizar a comunicação entre as partes envolvidas no transporte de mercadorias é uma excelente forma de garantir precisão na emitir documentos fiscais, assim como relatórios e mais arquivos.

    Esse artigo te ajudou? Então continue acompanhando nosso blog e comece a testar nosso sistema TMS, que oferece emissão de CTe, MDFe, tabelas de frete, CIOT, averbação automática, EDI e muito mais!