benefícios do edi

Entenda, de forma prática, os benefícios do EDI para sua transportadora

O EDI (“Electronic Data Interchange”, Intercâmbio Eletrônico de Dados) é a transmissão estruturada de informações por meio de uma rede de dados. As informações são enviadas automaticamente e processadas pelas organizações que fazem parte dos processos.

As empresas têm necessidade, no âmbito interno, de informatizar os seus sistemas de gestão para administrar todos os processos logísticos e comerciais. Já no âmbito externo, precisam ampliar a comunicação e conectar que seus parceiros de negócios, reduzindo o tempo gasto com envio de informações e evitando erros.

O EDI tem a função de atender as necessidades de comunicação tanto interna quanto externamente. Descubra neste artigo, os benefícios do EDI e como utilizar essa ferramenta!

Por que os operadores logísticos precisam do EDI?

As operações logísticas precisam contar com a integração entre parceiros de negócios, transportadoras e fornecedores para que a troca de informações e os processos sejam ágeis e eficientes. A padronização do uso das tecnologias entre empresas que trabalhem em conjunto é importante para que haja consistência na realização dos serviços.

O EDI é uma ferramenta que facilita e traz confiabilidade para a troca de informações entre as empresas parceiras, eliminando erros de digitação e otimizando a cadeia logística. Seu uso é essencial para reduzir custos operacionais, evitar retrabalho e acompanhar suas operações de forma eficaz, além de ampliar a produtividade.

Os benefícios do EDI são inúmeros e podem transformar completamente uma empresa. O EDI é o principal ponto de partida para garantir acuracidade, qualidade nos serviços prestados e aumento na competitividade.

Quais os benefícios do EDI para a logística?

Implementar um EDI na operação logística vai além dos benefícios clássicos que o emprego de tecnologia proporciona. O aumento de eficiência nos negócios é um fator estratégico importante, pois ao utilizar a troca eletrônica de informações, a empresa pode automatizar tarefas que utilizavam documentos em papel para que sua equipe fique livre e se torne mais produtiva.

Além destes benefícios do EDI, podemos destacar outros mais a seguir:

  • Redução dos custos para informatizar todos os processos de comunicação da empresa;
  • Integração das comunicações com os sistemas internos das empresas;
  • Eliminação de erros na sua transportadora;
  • Processamento de transações comerciais de modo automático;
  • Aumento de produtividade;
  • Verificação de recibos;
  • Otimização dos processos administrativos, logísticos e de gestão das empresas;
  • Automação dos processos logísticos;
  • Maior segurança e confidencialidade nas comunicações;
  • Melhor qualidade no seu atendimento;
  • Redução do tempo de recebimento e entrega das mercadorias.

Esses são apenas alguns benefícios que o EDI oferece para as empresas envolvidas na Cadeia Logística com o intuito de melhorar a comunicação entre todas e facilitar a realização das tarefas.

Como as transportadoras podem trabalhar com um EDI?

As transportadoras podem desfrutar de exclusivos benefícios do EDI, visando melhorar a comunicação, tornar seus processos mais ágeis e confiáveis, além da tão almejada redução de custos. Por isso, é importante compreender como o EDI funciona no âmbito de uma transportadora. Confira, a seguir, como são as etapas:

  1. A empresa que contratou a transportadora envia um arquivo com os dados dos documentos fiscais das mercadorias que serão transportadas;
  2. A transportadora devolve a empresa que a contratou outro arquivo com informações sobre as entregas realizadas, as ocorrências de transporte e outros dados relevantes;
  3. Nesta etapa, a empresa responde a transportadora com um arquivo que tem informações sobre as cargas já liberadas para faturamento;
  4. Em seguida, a transportadora envia para a empresa contratante o documento com uma relação de tudo que já foi embarcado;
  5. A transportadora envia para a empresa contratante outro arquivo com a lista de todos os transportes que já foram faturados;
  6. Para finalizar, a transportadora envia mais um arquivo com os dados das cobranças que serão efetuadas pelas entregas realizadas.

Por que implementar um EDI?

Com legislações rigorosas sobre os documentos eletrônicos relacionados ao transporte de cargas, cada vez mais as organizações precisam de sistemas que facilitem a transmissão de dados para continuarem trabalhando conforme as exigências das leis.

Para lidar com conhecimento de transporte eletrônico, o CT-e, e outros documentos fiscais importantes, um EDI é a forma ideal pois respeita os padrões Proceda já existentes nos sistemas de gestão utilizados pelas transportadoras.

Dentro desta padronização, o EDI pode realizar a transmissão de cinco tipos de arquivos diferentes: CONEMB, DOCCOB, NOTFIS, OCOREN e PREFAT. Isso facilita a troca de informações entre os diversos sistemas para que não haja conflito ou perda de informações.

Os benefícios do EDI vão além do que foram apresentados e, por isso, sua implementação deve ser considerada em sua transportadora para que ela continue atualizada e oferecendo o melhor serviço.

Com o EDI, como o disponibilizado pela Hive.cloud, a sua organização poderá contar com a centralização de processos, automação, relacionamento com parceiros, atendimento e melhora na qualidade dos serviços prestados.

Além disso, o gerenciamento de um volume maior de informações será absorvido, interpretado e transmitido entre todos os parceiros comerciais da transportadora, que incluem clientes, fornecedores e operadores logísticos, entre outros. Quanto mais processos e parceiros, mais a transportadora sentirá os benefícios do EDI.

 E então, o que está esperando para aumentar os seus resultados comerciais e a produtividade das suas operações? Temos um vídeo exclusivo esperando por você. Clique aqui e comece a usar o EDI na sua transportadora!

Hive.Cloud
Sem Comentários

Deixe um comentário

Comentário
Nome
Email
Website