Blog hivecloud

Para que serve o DAMDFe?

Índice

Assim como muitos outros documentos, o DAMDFe faz parte do conjunto de informações ao quais os prestadores de serviço de transporte devem informar na hora de realizarem suas atividades em cenário nacional. Mas você sabe o que é e para que serve o documento complementar do MDF-e? Leia o artigo e entenda tudo que precisa para não enfrentar nenhum problema em sua transportadora.

O que é o DAMDFe?

O Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais, mais conhecido como DAMDFE, é nada mais que uma versão impressa do MDF-e para acompanhar a carga transportada e identificar os conteúdos que nela consistem. Apesar de não ser uma documentação obrigatória, esta é mais uma forma de apresentar à fiscalização as mercadorias que estão em trânsito de uma forma prática e segura.

Para que serve o DAMDFe?

Toda iniciativa criada para agilizar o transporte e comércio de mercadorias dentro do Brasil sempre será bem vindo. Isso pois, diferente das diferente alíquotas de impostos entre os estados, ter um documento que torne essa definição de impostos é de extrema importância, principalmente em prestações de serviço de transporte realizados entre municípios.

Com o DAMDFE, o processo de verificação das mercadorias transportadas é muito mais rápida, pois, como ele funciona como uma versão impressa e ligada diretamente ao MDF-e, a comprovação de dados é muito mais rápida. Isso pois os dados para certificação do manifesto se reúnem na hora da comprovação das mercadorias.

Basicamente, todo DAMDFE vem acompanhado por um MDF-E correspondente. Por exemplo, um serviço de transporte feito do município A para o C, será necessária a emissão de um único MDF-e, portanto, um único DAMDFE. Caso durante esse transporte seja necessário realizar uma entrega no ponto B, serão necessários 2 manifestos eletrônicos, que corresponde ao transporte A – B e B- C, onde todos eles devem ser acompanhados por seus respectivos documentos auxiliares.

Qual a validade do documento auxiliar do MDF-e?

É válido ressaltar ainda que o DAMDFE só é validado após a autorização do uso do MDF-e, ao qual deve ser concedida pela própria SEFAZ do estado em que será prestado o serviço de transporte e que terá validade para todos o Brasil.

Como emitir o DAMDFe?

Semelhante ao DACTE, o documento auxiliar do MDF-e geralmente também é emitido diretamente pela plataforma emissora do manifesto normalmente. Isso significa que você não precisa contratar ou utilizar sistemas terceirizados ao seu MDF-e para realizar a emissão do DAMDFE.

O MDFe é um dos documentos mais importantes no transporte de cargas e, apesar disso, muitos gestores ainda não entendem seu funcionamento na prática. Além de colocar suas atividades em risco, não saber como aplicá-lo em seu dia a dia também pode contribuir para um atraso de suas entregas.
Por isso, nós preparamos um minicurso completamente gratuito com as melhores dicas para tornar a emissão de seus manifestos uma tarefa muito mais fácil. Baixe agora mesmo clicando aqui.

Você pode emitir seus manifestos eletrônicos acompanhados de seus DAMDFE de forma simples e prática através do Hive.cloud MDFe. De forma completamente online, o sistema possui integração com formatos diferentes de arquivos para possibilitar a importação de documentos XTL com muito mais praticidade. Experimente gratuitamente agora mesmo clicando AQUI.

Ainda tem alguma dúvida sobre o documento auxiliar do manifesto de cargas? Não deixe de perguntar nos comentários abaixo!

Conteúdo relacionado

Comentários

2 respostas para “Para que serve o DAMDFe?”

  1. MÁRCIO RODARTE disse:

    QUAIS INFORMAÇÕES SÃO OBRIGATÓRIOS NA CONFECÇÃO DO DAMDFE?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *