Gestão de TransporteLogística

O que é logística de distribuição e como aplicar na sua empresa

5 minutos de leitura
O que é logística de distribuição e como aplicar na sua empresa
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 9 de agosto de 2022

Índice

    Com o avanço da tecnologia é impossível não obter novos processos de otimização para aumentar produtividade, lucratividade e qualidade. A distribuição é uma das etapas mais importantes para a logística empresarial. 

    Ter uma logística de distribuição eficiente evita possíveis problemas no envio e transporte de mercadorias e consequentemente seu cliente ficará mais satisfeito com o serviço oferecido.

    No post de hoje, abordaremos como funciona a logística de distribuição, quais os benefícios e a importância de aplicá-la em sua empresa. Confira! 

    O que é logística de distribuição e como ela funciona?

    Logística de distribuição é o conjunto de tarefas que possibilita a entrega de mercadorias aos clientes dentro do prazo determinado. Assim, através dessas atividades é possível gerir as mercadorias desde o momento em que elas saem da fábrica, passa pela linha de montagem, até a entrega ao cliente. Nesse trajeto, há vários fluxos relacionados à vendas, estocagem, transporte das mercadorias e prestação de contas.

    O objetivo da logística de distribuição é otimizar a distribuição das mercadorias e tornar o processo mais rápido e seguro. Porém, para isso acontecer, é necessário seguir um conjunto de estratégias que envolvem várias áreas da empresa, como, por exemplo, o marketing e o comercial. 

    Dessa forma, cada área da empresa vai pensar em maneiras de se comunicar com o cliente e entender as demandas dele, como estocar a mercadoria e quais são os canais de venda mais eficientes. 

    Saiba como funciona um centro de distribuição

    Qual a diferença entre logística de distribuição e de armazenagem?

    A logística de armazenagem é o processo de guardar, proteger e conservar corretamente as mercadorias no armazém. Ainda, também trata da gestão, transporte, localização, manuseio e acomodamento destas mercadorias desde seu recebimento até sua distribuição. 

    E a logística de distribuição consiste em gerenciar as mercadorias, desde o momento em que elas saem da fábrica até a entrega ao cliente que as encomendou. Esses dois processos são complementares e essenciais para o bom funcionamento da logística de entregas. 

    A importância da logística de distribuição

    A logística de distribuição é importante para evitar o desperdício de tempo, dinheiro, transporte e até mesmo mão-de-obra. Ter um processo de distribuição eficiente é um diferencial para as realizarem entregas de maneira correta. Isso eleva o nível de qualidade do serviço oferecido e garantindo a satisfação aos clientes.

    Fazendo a gestão da fábrica é possível saber quanto foi produzido, se a mercadoria é suficiente para atender o cliente. E gerenciando o cliente, é possível saber quantas mercadorias são necessárias e qual o prazo de entrega. Com todas essas informações, a empresa pode fazer um planejamento mais efetivo e verificar se pode dar conta de tudo ou se será necessário terceirizar. 

    5 etapas fundamentais da logística de distribuição

    Esse processo de distribuição normalmente envolve 5 etapas principais, são elas: Gestão de transportes, checagem e distribuição das cargas, controle de fretes, análise de indicadores de desempenho e roteirização. Dessa forma, confira abaixo como funciona cada uma dessas etapas.  

    Gestão de transportes

    A princípio, a gestão de transportes é uma etapa importantíssima na logística de distribuição. Nessa etapa é definido como a carga será transportada, qual modal será utilizado e o planejamento da rota a ser seguida pelo transporte responsável pela entrega.

    Sendo assim, a partir desta gestão também é possível dar ao cliente a data de entrega da mercadoria e calcular o valor do frete.

    Checagem e distribuição das cargas

    Definitivamente essa etapa é imprescindível, especialmente porque é nesse momento que é feita a conferência da mercadoria. Com isso, fazer essa conferência garante que o cliente vai receber a mercadoria correta, evitando problemas/reclamações posteriores. 

    Controle de fretes

    Saber quanto vai cobrar o frete é de suma importância para um controle maior do financeiro da empresa e, consequentemente, para a fidelização dos clientes. Afinal, algumas atividades são feitas nesse momento, como conferir os preços praticados no mercado, entender como o valor do frete é composto e manter sempre atualizada a tabela com os valores. 

    Ainda, é interessante oferecer ao cliente meios para que possa acompanhar a entrega, saber se a mercadoria já foi encaminhada, paradas feitas pelo caminhão, assim como, se vai atrasar o prazo ou chegar na data determinada.  

    Análise de indicadores de desempenho

    É importante analisar os processos, através dos Indicadores de Desempenho Logístico, conhecidos como KPIs, pois eles facilitam a vida dos gestores que precisam conferir se tudo o que foi planejado está sendo cumprido, bem-sucedido.

    Essa análise serve para identificar possíveis problemas nos processos e também para avaliar o que está dando certo e trazer ainda mais eficiência ao negócio. 

    Roteirização

    Planejar a rota que o caminhão irá percorrer é fundamental, ao fazer isso, trajetos mais seguros são escolhidos, podendo até garantir economia no uso do combustível e manutenção do caminhão. 

    Além disso, é possível fazer essa roteirização com instrumentos tecnológicos, geográficos e de navegação, como o GPS.

    Como tornar a logística de distribuição mais eficiente?

    Para tornar a logística de distribuição mais eficiente é essencial investir em tecnologia. Afinal, sistemas de gestão ajudam a aumentar a produtividade e reduzir os custos, uma vez que integra várias etapas da empresa em um só local. 

    Em suma, podemos concluir que é de suma importância implementar alguns processos, como, investir em tecnologia, envolver todas as áreas da empresa para melhoria dos fluxos e consequentemente reduzir os custos.

    Confira aqui os 7 passos para uma gestão de frota mais eficiente e garanta ainda mais sucesso em seus resultados.