entrega no e-commerce

Entenda como funciona o processo de entrega no e-commerce!

Com a evolução e popularização das redes sociais e dos smartphones, hoje é mais fácil do que nunca para os clientes encontrarem seus produtos favoritos online e tê-los entregues à sua porta. Na verdade, isso é o que ajuda a indústria de comércio eletrônico a prosperar, pois depende de interações digitais para construir uma rede de clientes leais ao redor do mundo.

Agora, como um negócio online, você pode sentir que, uma vez que um usuário faz um pedido, seu e-commerce verifica imediatamente um aumento na taxa de conversão. Mas na realidade, seu trabalho não será bem sucedido até que seus clientes recebam o produto certo a tempo.

Como se mostra, simplesmente não é o suficiente construir um site atraente e buscar potenciais compradores. Você deve colocar muito pensamento e consideração em sua estratégia de entrega no e-commerce para se certificar de que sua loja será lucrativa.

Pensando em te ajudar com essa tarefa, abaixo explicamos como funciona o processo de entrega no e-commerce e o que você pode fazer para otimizá-lo na sua loja virtual. Acompanhe!

Como acontece o processo de entrega no e-commerce?

O processo de entrega no e-commerce se dá em 4 etapas principais, sendo: notificação, coleta, roteirização e a entrega efetivamente. Abaixo destrinchamos cada uma dessas etapas e como elas devem ocorrer para obter os melhores resultados.

1. O e-commerce é notificado

A primeira etapa na entrega no e-commerce é a notificação, ou seja, o momento em que a loja virtual recebe o aviso de um novo pedido realizado. Em seguida, o ou os produtos selecionados devem ser separados no estoque da loja para envio.

Nesta etapa, devem ocorrer as seguintes verificações:

  • Validação do endereço de envio;
  • Confirmação de que há o produto em estoque;
  • Emissão da nota fiscal;
  • Definição do melhor transportador (falaremos mais sobre isso na quarta etapa)
  • Classificação do pedido quanto à data, peso, localização de envio e outros dados relevantes para o carregamento.

Além disso, é importante combinar pedidos do mesmo cliente e de regiões próximas para economizar na hora de fazer o frete. Com tudo isso feito, é hora de passar os produtos para separação e coleta.

2. Os pedidos são coletados

Com a lista de pedidos recebidos, é necessário manter os seus processos organizados e documentados para evitar qualquer erro tanto da sua parte como a respeito dos fornecedores. É fundamental que a comunicação com o fornecedor seja perfeita e sem ruídos, para evitar erros na hora da coleta dos pedidos, principalmente se você não possuir um estoque próprio.

Caso possua, uma sala de reposição, garagem, unidade de armazenamento, estoque comercial ou armazém –tudo pode fornecer o espaço que você precisa. Organize seu local com prateleiras, lixeiras, bolsas, caixas empilhadas ou o que quer que seja para manter os produtos organizados e prontos para separação rápida.

Este é o momento também de escolher a melhor embalagem para seu produto. Nesta hora, é preciso considerar o peso e o formato da mercadoria, lembrando que a embalagem final também impacta no valor do frete.

Vale também ressaltar que clientes online, atualmente, esperam ter a melhor experiência de compra, e isso inclui uma embalagem funcional e esteticamente bonita.

3. As mercadorias são roteirizadas

O frete é um dos pontos de maior influência nos lucros de um e-commerce. Quando mal calculado, você não só está sujeito a perder vendas como pode ver sua margem indo embora no pagamento da transportadora. Nesta etapa do processo de entrega no e-commerce, é importante que a roteirização dos pedidos seja feita de forma eficiente.

Roteirizar significa classificar os pedidos de acordo com a localização que serão enviados para que seja feita uma mesma rota ou envio para aqueles próximos, economizando, assim, dinheiro para a loja virtual.

Para quem já iniciou a classificação dos pedidos lá na etapa de notificação, esse deverá ser um passo mais simples. Finalizada a roteirização, é o momento da entrega dos pedidos para a transportadora indicada.

4. A entrega é realizada

A escolha da transportadora na entrega no e-commerce depende de vários fatores. Em geral, as lojas virtuais possuem duas opções: enviar pelos correios ou por uma transportadora privada. Em qualquer uma das escolhas, o valor do frete vai depender de três fatores: CEP de envio, peso e tamanho do objeto, e opção de envio.

A opção de envio diz respeito ao tempo de entrega. Aquelas mais rápidas, normalmente, custarão mais. Assim como itens mais pesados e envios para locais mais distantes também terão um valor maior. Por isso, é essencial que a classificação dos pedidos para otimizar os valores de frete que você repassa aos seus clientes.

Como automatizar a entrega no e-commerce?

O controle manual de todas as etapas do processo de entrega no e-commerce pode ser desgastante, especialmente se você atende muitos pedidos diários ou se sua loja virtual está em crescimento.

Além de desgastante, as chances de ocorrerem erros ou, simplesmente, não serem feitas as melhores escolhas em relação ao frete são grandes com procedimentos manuais. A solução está em optar por um sistema que automatize a gestão do frete no e-commerce.

Um sistema como esse será capaz de determinar a medição dos dados de envio (peso do item e dimensões), associando cada pedido para aplicar regras que determinem automaticamente o operador e a roteirização ideal.

Com medições e parâmetros de envio disponíveis, o cálculo automático do frete se torna viável e seu sistema de gestão de frete poderá selecionar a melhor opção de transporte e gerar o rótulo de remessa, enquanto você imprime a lista de separação e faz a embalagem dos produtos.

Caso contrário, você precisará imprimir a lista e a nota de envio, escolher, empacotar, pesar e selecionar o melhor transportador. Tudo manualmente.

Além disso, um sistema automático atualizará as informações de envio para todas as partes envolvidas no processo, tais como:

  • Atualização do status da ordem na plataforma de vendas (por exemplo, marcando como enviado);
  • Atualização do número de rastreamento do operador na plataforma;
  • Digitalização do comprovante de entrega, com número de rastreamento para o cliente.

Entender como funciona o processo de entrega no e-commerce é o primeiro passo para conseguir otimizá-lo e melhorar a experiência de seu cliente. Com mais clientes satisfeitos, fica claro o retorno que o investimento em um software de gerenciamento traz para seu e-commerce.

Gostou do nosso conteúdo? O que acha de receber artigos como esse diretamente no seu e-mail? Assine a nossa newsletter! É gratuito e você contará com dicas valiosas semanalmente!

Hive.Cloud
1 Comentário
  • ADijael Vicente Firmini
    Responder
    Posted at 07:40, 24 de junho de 2018

    Muito importante as informações passa a passo, pois estou interessado em trabalhar com entrega dos e-commerce, como faço??

Deixe um comentário

Comentário
Nome
Email
Website