Gestão de TransporteTransporte de cargas

Saiba tudo sobre o veículo reboque 

6 minutos de leitura
Saiba tudo sobre o veículo reboque 
Hivecloud
Escrito por:
Atualizado em 26 de abril de 2023

O veículo reboque é um equipamento fundamental no setor de transporte e logística, permitindo que cargas de diferentes tipos e tamanhos sejam transportadas de forma segura, eficiente e econômica.

Com diferentes tamanhos, capacidades e modelos, os reboques são utilizados para uma variedade de aplicações, desde o transporte de materiais de construção e maquinários até o transporte de cargas sensíveis e perecíveis.

Neste texto, exploraremos os diferentes tipos de reboques, suas vantagens, assim como as regulamentações e leis que governam seu uso.

    O que é um veículo reboque?

    Um veículo reboque é um tipo de equipamento utilizado para transportar cargas de um lugar para outro. Dessa forma, ele é composto por uma estrutura metálica e rodas, que permitem o seu deslocamento.

    Além disso, ele é conectado a um veículo de tração por meio de um engate, que permite que eles sejam rebocados.

    Os reboques são amplamente utilizados em diversas áreas, como na construção civil, na indústria e no comércio. Eles podem ser encontrados em diferentes tamanhos e formatos, de acordo com a necessidade de cada aplicação.

    Entre os tipos desse veículos mais comuns estão os reboques fechados, que são utilizados para transportar cargas que precisam ser protegidas das condições climáticas e do ambiente externo. Já os reboques abertos são ideais para transportar cargas mais volumosas, como maquinários, materiais de construção, entre outros.

    É importante ressaltar que, para utilizá-los com segurança, é necessário respeitar as regras de trânsito e as normas de segurança, além de realizar a manutenção periódica do equipamento.

    Diferença entre reboque x semi-reboque

    O veículo reboque e semi-reboque são dois tipos de veículos utilizados para transporte de carga, porém, apresentam algumas diferenças importantes.

    O veículo reboque se conecta a um automóvel ou caminhão por meio de um engate. Ele é composto por uma estrutura metálica e rodas, sendo utilizado para transportar cargas de até 3.500kg. É possível encontrar diferentes tipos de reboques, como os fechados, abertos, basculantes, entre outros.

    Já o semi-reboque é um tipo de veículo utilizado em conjunto com um caminhão, composto por uma estrutura metálica e rodas, assim como o reboque, mas possui um eixo dianteiro que é conectado ao caminhão.

    Essa conexão é feita por meio de um engate especializado, que permite que o semi-reboque seja suspenso sobre o eixo traseiro do caminhão. Isso torna o conjunto muito mais estável e seguro, permitindo o transporte de cargas mais pesadas e de maior volume.

    Em resumo, a principal diferença entre o veículo reboque e semi-reboque é a forma como cada um se conecta ao veículo de tração. Enquanto o reboque é conectado por meio de um engate simples, o semi-reboque é conectado por um engate especializado que o mantém suspenso sobre o eixo traseiro do caminhão.

    Essa diferença faz com que o semi-reboque seja mais seguro e capaz de transportar cargas mais pesadas e volumosas.

    O que diz a lei sobre o veículo Reboque?

    A legislação brasileira estabelece diversas regras para o uso de veículos reboque, com o objetivo de garantir a segurança no trânsito e evitar acidentes. Confira as principais normas que devem ser seguidas:

    • O veículo de tração deve estar adequado para rebocar o peso do reboque, de acordo com as especificações do fabricante;
    • O reboque deve estar devidamente registrado e licenciado, com placas e documentação próprias;
    • A carga transportada no reboque deve estar devidamente amarrada e protegida, para evitar que se movimente durante o transporte;
    • O reboque não pode ser utilizado para transporte de pessoas, exceto em casos de transporte escolar;
    • É obrigatório o uso de equipamentos de segurança, como correntes e cintas de amarração, que garantam a estabilidade do reboque durante o transporte;
    • É proibido o uso de reboques em más condições de conservação, com pneus carecas ou problemas mecânicos.

    Vale lembrar que, em caso de infrações às normas de trânsito, o condutor pode receber multas e pontos na carteira de habilitação, além de colocar em risco a segurança no trânsito. Por isso, é fundamental respeitar as regras e realizar a manutenção periódica do veículo reboque, para garantir a sua segurança e a dos demais usuários das vias públicas.

    Aprenda a fazer um checklist dos veículos da sua frota de caminhões 

    Tipos de reboque

    Os reboques são equipamentos utilizados para o transporte de cargas de um lugar para outro. Eles podem ser encontrados em diferentes tamanhos, capacidades e formatos, de acordo com a necessidade de cada aplicação.

    Entre os tipos mais comuns estão os reboques abertos e os reboques fechados, cada um com características específicas para atender às demandas do transporte de cargas.

    Abertos

    O reboque aberto é um tipo de equipamento utilizado para transportar cargas que não precisam ser protegidas das condições climáticas ou do ambiente externo. Ele é composto por uma estrutura metálica e rodas, sem qualquer tipo de cobertura.

    O reboque aberto é ideal para o transporte de cargas volumosas, como maquinários, materiais de construção e outros produtos que não precisam de proteção especial. Além disso, ele é mais versátil e de fácil acesso, permitindo o carregamento e descarregamento de cargas de forma mais rápida e eficiente.

    Fechados

    Precisa ser protegido das condições climáticas e do ambiente externo. Ele é composto por uma estrutura metálica coberta por chapas de aço ou alumínio, que garantem a vedação do compartimento de carga.

    O reboque fechado é ideal para o transporte de mercadorias que necessitam de maior segurança, como eletrônicos, alimentos e medicamentos. Também é utilizado para transportar objetos de valor ou equipamentos que exigem cuidados especiais durante o transporte.

    Quais as vantagens do veículo Reboque?

    O veículo reboque oferece diversas vantagens em relação a outros tipos de veículos utilizados para o transporte de cargas. Algumas das principais vantagens são:

    • Economia: Em muitos casos, o uso do reboque pode ser mais econômico do que a utilização de um caminhão de grande porte para o transporte de cargas.
    • Segurança: projetado para garantir a segurança durante o transporte de cargas, com sistemas de amarração e sinalização que ajudam a prevenir acidentes.
    • Proteção: Em casos de reboques fechados, as cargas ficam protegidas das condições climáticas e do ambiente externo, reduzindo o risco de danos ou perdas.
    • Eficiência: Com a utilização de um veículo reboque, é possível transportar cargas maiores e mais pesadas, o que pode aumentar a eficiência logística e reduzir o tempo e o custo do transporte.

    Por todas essas vantagens, o veículo reboque é uma escolha popular para empresas e transportadoras que precisam transportar cargas de forma segura, eficiente e econômica.

    Gerencie corretamente a frota de veículos da sua transportadora! 

    Se você é gestor de frota ou proprietário de uma empresa que utiliza veículos em suas operações, sabe o quanto é importante garantir a eficiência e a rentabilidade do seu negócio. Porém, muitas vezes, isso pode ser um desafio, principalmente diante de um cenário econômico cada vez mais competitivo.

    Pensando nisso, o e-book gratuito da Hivecloud, com 7 Passos para uma Gestão de Frotas Eficiente, vem como solução para ajudá-lo a entender todos os elementos que influenciam não apenas no desempenho geral de seus veículos, mas também nos gastos totais das operações.

    Com este material, você aprenderá sobre as melhores práticas de gestão de frotas, desde a manutenção preventiva até a escolha dos veículos mais adequados para suas necessidades. Não perca a chance de aprimorar a gestão da sua frota e reduzir os custos operacionais.

    7 Passos para uma Gestão de Frotas Eficiente

    Entenda todos os elementos que influenciam não apenas no desempenho geral de seus veículos, mas também aprenda como eles podem ajudar a reduzir os gastos totais em suas operações!

    7 Passos para uma Gestão de Frotas Eficiente

    *Ao inscrever-se, você aceita nossos Termos de Uso.