Gestão de TransporteIndústriaLogística

Diferenças entre TMS Embarcador e ERP na Logística

8 minutos de leitura
Diferenças entre TMS Embarcador e ERP na Logística
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 22 de abril de 2021

Índice

    É muito comum entre os profissionais que gerenciam o transporte de cargas ter dúvidas sobre o uso do TMS Embarcador e do ERP na logística.

    Muitas pessoas imaginam que os dois sistemas têm funções semelhantes, mas isso não é verdade. O TMS e o ERP são softwares que se complementam, o que significa que um não substitui o outro, podendo os dois trabalharem de forma integrada.

    Entenda agora quais são as diferenças entre esses dois sistemas de gestão e descubra como extrair o máximo de desempenho em seus transportes através dessas poderosas soluções!

    O  que é ERP na Logística

    Um software ERP (Enterprise Resource Planning, ou, no português, Sistema de Gestão Integrada) tem a função de interligar todos os processos e informações de uma empresa.

    Ele pode incluir módulos financeiros, contábeis, de recursos humanos, marketing, compras, vendas, etc.

    A quantidade de módulos de gestão varia em cada sistema e pode ser selecionada de acordo com as necessidades da empresa.

    No setor logístico, existem softwares ERP dedicados a integrar todas as atividades relacionadas à área, como: compras, estoque, controle de frota, emissão de documentos, fluxo de caixa, dentre outras.

    Ou seja, existem sistemas ERP capazes de integrar todas as atividades de uma empresa, e também softwares ERP dedicados exclusivamente à gestão da logística integrada.

    Além deles, há um sistema especializado na gestão do transporte de cargas. Entenda porque ele existe!

    O que é um TMS Embarcador

    O sistema TMS (Transportation Management Systems, em português, Sistema de Gerenciamento de Transporte), é usado para o gerenciamento do processo de distribuição e transporte de mercadorias.

    Ele pode ser usado tanto por transportadoras (TMS Transportador), quanto por empresas embarcadoras de cargas (TMS Embarcador).

    O software TMS oferece um controle muito maior sobre os transportes, de modo que o ERP não consegue alcançar.

    Isso porque o TMS tem um nível de detalhe maior do que o ERP na logística de transporte e também oferece automações que outro não suporta.

    Entenda melhor estas diferenças a seguir.

    Para quem é indicado o TMS Embarcador e o ERP na Logística?

    Os dois sistemas de gestão são indicados para empresas que desejam gerenciar seus transportes de cargas com mais eficiência e qualidade.

    Um ponto de atenção é que os dois programas oferecem versões tanto para quem possui a carga, quanto para quem transporta a carga. Ou seja, existe tanto o TMS Transportador, quanto o TMS Embarcador, bem como existe ERP voltado para transportadoras e ERP voltado para embarcadores, como indústrias, por exemplo.

    Para empresas embarcadoras de cargas

    No caso de empresas embarcadoras, o software ERP na logística de transporte costuma ser indispensável, considerando a necessidade da instituição de ter uma visão geral dos processos, e, por isso, de integrar a logística aos demais setores através de um sistema centralizado.

    Desse modo, é comum encontrar um único ERP, que incorpora todos os setores, e que pode ser integrado a outros sistemas de gestão menos robustos, que complementam a gestão da informação. 

    Um desses sistemas setorizados é o TMS Embarcador.

    Através dele, a empresa consegue ter mais controle e reunir mais informação sobre as atividades de transporte – isso porque o TMS Embarcador possui funcionalidades que não estão presentes no ERP.

    Como os dois sistemas funcionam de modo integrado, a informação é automaticamente compartilhada entre um e outro, agilizando a gestão dos dados e gerando insights valiosos para aumentar o desempenho da logística integrada.

    Para empresas transportadoras

    Empresas transportadoras costumam optar entre um ou outro sistema. Isso porque o custo do software ERP é considerado alto para as empresas do setor, de modo que apenas as grandes transportadoras conseguem contratar.

    Por essa razão, existem softwares ERP exclusivos para empresas de transporte de cargas, que são menos robustos do que um ERP para a indústria, por exemplo, mas capazes de abranger toda a gestão de uma transportadora.

    Já o TMS Transportador é um programa mais acessível financeiramente falando, sendo, por essa razão, a escolha da maioria das pequenas e médias empresas de transporte.

    O TMS Transportador também pode adicionar módulos de gestão para aumentar o controle sobre a empresa, como módulo financeiro, módulo para gestão de frotas, monitoramento em tempo real e gestão de armazéns (WMS).

    O que tem um ERP que o TMS Embarcador não tem

    Você já entendeu que os sistemas ERP e TMS Embarcador são diferentes e se complementam. Confira agora o que tem no ERP que você não encontra no TMS.

    1. Gestão de pedidos

    Através do sistema ERP para logística, é possível ter acesso às informações relacionadas aos pedidos de suprimentos, incluindo os dados dos fornecedores e os prazos estabelecidos para a entrega.

    Isso é importante principalmente para fazer uma boa gestão da entrada de caminhões e de materiais na empresa.

    2. Atendimento ao cliente

    O ERP permite conhecer eventuais reclamações dos destinatários sobre as entregas realizadas.

    Desse modo, é possível estabelecer pontos de melhoria para aumentar os indicadores da logística.

    3. Logística Reversa

    As empresas que realizam logística reversa precisam integrar informações de diversas atividades em seu sistema ERP. 

    Através dos programas, é possível alinhar os processos de retornar os produtos da empresa entre os setores envolvidos e ter sucesso também nesse desafio.

    4. Controle do estoque

    É através do ERP para logística que o gestor consegue acompanhar a entrada e a saída de materiais do estoque.

    Com isso, é possível prever algumas demandas do setor de transporte e ganhar mais agilidade na operação.

    5. Controle financeiro

    É bem importante para o setor de logística utilizar um sistema integrado ao departamento financeiro.

    Com o ERP, o gestor mantém o orçamento organizado e consegue autorizações de pagamentos de modo mais rápido do que conseguiria sem o sistema.

    O que tem um TMS Embarcador que o ERP não tem

    O sistema TMS Embarcador pode ser utilizado em conjunto com o ERP na logística, realizando rotinas que não estão presentes nesse outro sistema. Confira algumas delas!

    1. Solicitação de coleta eletrônica

    O processo de expedição da mercadoria pode ser muito mais ágil através de um sistema TMS Embarcador, uma vez que com ele é possível montar o embarque e solicitar a coleta da carga de modo 100% eletrônico.

    Isso acontece porque a ferramenta reúne todas as informações necessárias para iniciar o transporte, como notas fiscais, informações sobre a carga, dados das transportadoras, além de ter integração com o sistema da empresa parceira.

    Isso permite que a transportadora selecionada para o transporte receba, em seu próprio sistema de gestão, a notificação sobre a coleta, com todos os dados necessários para iniciar a operação. Basta o transportador clicar para confirmar a coleta, ou negar o pedido. 

    Desse modo, a expedição ganha muita agilidade, além da assertividade proporcionada pela troca de aquivos eletrônicos entre sistemas integrados (EDI), que diminui os índices de erros e de não comparecimento dos transportadores.

    2. Monitoramento do transporte em tempo real

    Uma das maiores reclamações entre os gestores que contratam fretes é a falta de informação sobre o andamento do transporte.

    Através do sistema TMS Embarcador, é possível fazer o monitoramento em tempo real da carga em trânsito, através de uma tecnologia integrada presente no smartphone do motorista.

    Desse modo, é possível acompanhar, via GPS, a localização da carga, além de receber atualizações do motorista sobre a situação da entrega: se já foi realizada ou se atrasou por causa do destinatário, por exemplo, além de possibilitar a inclusão de áudios e fotos que comprovem o recebimento e a situação da carga na hora da entrega.

    Todas estas informações são enviadas ao sistema TMS Embarcador de modo automático, aumentando assim o controle da gestão sobre o andamento de cada operação.

    3. Auditoria dos fretes

    Um dos grandes benefícios do sistema TMS Embarcador é a economia proporcionada pela auditoria das cobranças de frete.

    Ela funciona do seguinte modo: primeiro, o sistema registra o valor orçado para cada frete que foi contratado pela empresa embarcadora.

    Após a entrega, o transportador envia a cobrança, geralmente o CTe, na qual consta o valor do frete.

    Com as duas informações registradas no sistema (orçamento e cobrança), o TMS Embarcador é capaz de conferir, automaticamente, se existem faturas com valores divergentes do que foi acordado.

    Desse modo, o sistema notifica sempre que há uma cobrança em desacordo com o contratado, agilizando assim a rotina de conferência dos CTes e evitando o pagamento indevido.

    A economia que a empresa pode fazer com essa ferramenta pode chegar a 11% ao mês dos custos com transporte. 

    4. Cotação de fretes automática

    O processo de cotação dos valores de frete pode ser demorado se sua empresa trabalhar com diversos transportadores.

    Por isso, o TMS Embarcador registra a tabela de frete de suas transportadoras parceiras e pode realizar cotações automáticas com todas elas.

    Para isso, basta informar as características do transporte, como origem, destino, tipo de carga, volume e peso da carga, por exemplo, e conhecer na hora os preços e prazos praticados por cada parceiro para aquele transporte.

    Desse modo, sua empresa consegue selecionar as melhores opções de transporte e dar início à expedição mais rapidamente.

    TMS Embarcador da Hivecloud

    Um dos sistemas TMS Embarcador mais completos do Brasil é o oferecido pela Hivecloud.

    Ele apresenta todas as funcionalidades descritas no tópico anterior e ainda possui integração com os principais ERP usados no Brasil.

    A Hivecloud é uma unidade de inovação do grupo Praxio, líder em desenvolvimento de soluções para o transporte no Brasil.

    Você pode se cadastrar aqui para receber uma demonstração personalizada do sistema e tirar todas as suas dúvidas sobre como o programa pode funcionar em sua empresa.

    experimente 3PL para controle de fretes

    Índice

      Artigos relacionados

      Você já visitou seu cliente hoje?
      Gestão de Transporte

      Você já visitou seu cliente hoje?

      Ler conteúdo
      [Dossiê] Serviço de Transporte de Carga: tudo o que você precisa saber
      Documentos Fiscais

      [Dossiê] Serviço de Transporte de Carga: tudo o que você precisa saber

      Ler conteúdo
      Controle da Ociosidade: O segredo para otimizar o transporte e reduzir custo
      Gestão de Transporte

      Controle da Ociosidade: O segredo para otimizar o transporte e reduzir custo

      Ler conteúdo
      Como a integração de sistemas é importante para o setor logístico
      Documentos Fiscais

      Como a integração de sistemas é importante para o setor logístico

      Ler conteúdo