Transportadora

Série “Como criar uma empresa de Transporte de Cargas?”: Tecnologia

4 minutos de leitura
Série “Como criar uma empresa de Transporte de Cargas?”: Tecnologia
Hivecloud
Escrito por:
Atualizado em 18 de março de 2022

Índice

    Quem pretende montar uma empresa nos dias atuais, sabe que a tecnologia é um dos itens obrigatórios para ser adicionado na lista de recursos necessários.

    Quando se pretende atuar no ramo logístico, montando uma transportadora, o uso da tecnologia também não deve ser deixado de lado, já que as inovações tecnológicas proporcionam facilidades e diferenciais competitivos. Logo, conhecer todos os recursos necessários para compor a infraestrutura tecnológica da empresa, facilitará no planejamento de orçamentos para a aquisição destes itens.

    Deste modo, separamos a seguir a lista dos principais recursos tecnológicos a serem adquiridos quando se pretende montar uma transportadora. Acompanhe!

    Itens fundamentais para a tecnologia da empresa

    1. Infraestrutura

    O primeiro passo para a aquisição da infraestrutura tecnológica básica da empresa, está em observar a quantidade de cada recurso que será necessário na montagem da empresa. Por exemplo, conhecer a quantidade de funcionários que irão atuar com computadores, dará a noção da quantidade de equipamentos a ser adquirido.

    Outros recursos como a montagem da rede da empresa, quantidade e porte de servidores, links de acesso à internet, impressoras, balanças, entre outros recursos físicos, também devem ser listados para posteriormente ser realizada a cotação de cada item.

    2. Comunicação

    A comunicação da empresa com clientes e parceiros também é um fator tecnológico muito importante quando se pretende montar uma transportadora. Nesta fase é preciso avaliar os custos para a montagem da infraestrutura telefônica, bem como centrais de ramais. Além disso, vale a pena avaliar a possibilidade de implementar a tecnologia de VOIP, obtendo assim a vantagem de não precisar de infraestrutura telefônica com uma solução simples e econômica.

    Os recursos de e-mail também devem ser adicionados na lista, já que este se trata de um dos meios mais comuns para a comunicação dentro e fora da transportadora.

    3. Presença na web

    Além dos recursos físicos citados anteriormente, é essencial que a empresa tenha um canal de comunicação externo onde novos clientes possam conhecer a empresa e posteriormente entrar em contato.

    Desta forma, se tratando de recursos tecnológicos, é muito importante que a empresa tenha um website para obter sua presença na web. Além disso, recomenda-se o uso do marketing digital para a conquista de clientes. Nesta fase, algumas estratégias como: publicidades pagas (Google Adwords), presença em redes sociais e engajamento com o público-alvo por meio do marketing de conteúdo, podem trazer excelentes resultados.

    4. Investimento em Softwares

    O uso de softwares dentro do mercado logístico se tornou um recurso essencial para a gestão das atividades que compõe o transporte de cargas e até mesmo a gestão da empresa. Para quem deseja atuar com uma transportadora, é preciso avaliar que os softwares se dividem em duas modalidades. São elas:

    Softwares Operacionais do Transporte:

    Os softwares Operacionais do Transporte tem o objetivo de otimizar as atividades diárias que envolvem o gerenciamento de processos do transporte de cargas como por exemplo, a gestão de frotas, o controle de armazéns, emissão de documentos fiscais, entre outros. Abaixo listamos os principais Softwares utilizados:

    • Sistemas de Gestão de Transportes (TMS);
    • Sistemas de Gestão de Armazéns (WMS);
    • Sistema de Monitoramento de Entregas;
    • Sistemas de Roteirização;
    • Sistemas de Gestão de Frotas;
    • Sistema de Emissores de NFe e MDF-e e CTe;
    • Sistema para Emissão de Recibo de Pagamento a Autônomo (RPA);
    • Sistema para Pagamento Eletrônico de Frete;
    • Softwares Administrativos:

    Além dos softwares para a gestão do transporte, o empresário deve avaliar a necessidade em contar com softwares que irão auxiliá-lo na sua gestão administrativa. Abaixo são listados alguns exemplos:

    • Softwares para controle de folha de pagamento;
    • Softwares para Controle de despesas (fluxo de caixa e demonstrativo de resultados);
    • Softwares contábeis caso a empresa faça sua própria contabilidade;
    • Pacote de softwares para criação e gestão de relatórios e apresentações (Exemplo: Microsoft Office);
    • Sistemas Integrados (ERP);

    Vale ressaltar que tanto para a modalidade de softwares da gestão do transporte quanto para os softwares administrativos, é possível contar com a tecnologia de aplicativos que funcionam em nuvens (Cloud Computing). Neste caso, o uso desta tecnologia traz a vantagem ao empresário em não precisar contar com uma infraestrutura física para estes aplicativos.

    5. Rastreamento Veicular

    Quando se fala em tecnologia para abertura de transportadoras, é preciso se lembrar também da necessidade de contar com sistemas para rastreamento da frota de veículos. Deste modo, além de ser um ótimo recurso contra roubos de cargas, é possível citar algumas vantagens como:

    • Localização do veículo;
    • Velocidade média percorrida;
    • Rota utilizada que está sendo utilizada;
    • Direcionamento de veículo que está mais próximos ao cliente;
    • Controle de quilometragem;
    • Saber quais clientes estão sendo atendidos;
    • Identificar se o veículo está trafegando em horário e local permitido, entre outros;
    • Conforme as dicas citadas, foi possível conhecer alguns dos principais recursos tecnológicos recomendados para quem deseja montar uma empresa de transporte de cargas.
    • Com isso, o empresário deve avaliar cada item mencionado, além de outros recursos existentes no mercado, para verificar a necessidade de aquisição e implementação em sua empresa.
    • Vale ressaltar que dentro do setor de logística, a tecnologia já deixou de ser vista como um investimento de luxo, e hoje é considerada uma das melhores maneiras de otimizar processos e diferenciar a empresa das concorrentes do mercado.

    Gostou da dica de hoje? Então continue acompanhando a série: Como montar uma empresa de Transporte de Cargas!