Blog hivecloud

Frete FOB e CIF: Saiba como obter informação de qualidade nos diferentes tipos de frete

Autor(a):

(atualizado em 12 de junho de 2020, às 6:13 pm)

Índice

Ao contratar um frete, que fatores sua empresa costuma analisar além do preço? Muitos negócios que lidam com terceirização de frete negligenciam a análise de pontos como qualidade do serviço, reputação da transportadora e atendimento.

O compartilhamento de informações sobre o andamento do transporte é um destes fatores e pode agregar muito mais qualidade e velocidade a sua gestão de entregas.

Pensando nisso, preparamos este artigo para explicar como realizar uma boa gestão da informação e elevar seu nível de serviço nas entregas, tanto nas modalidades de frete FOB e CIF. Acompanhe!

1. Qual a diferença entre frete FOB e CIF?

Antes de prosseguir, precisamos entender o conceito das siglas FOB e CIF.

  • CIF: “Cost, Insurance and Freight”, em tradução literal, significa “Custo, seguro e frete”. Nesta categoria de contratação, o remente é responsável por arcar com os custos anteriores ao embarque, com a contratação do seguro e também com o frete. Ou seja, o remetente arca com os custos do processo de entrega, se responsabilizando pela carga até sua chegada ao destinatário.

  • FOB: “Free On Board”, em tradução literal, significa “livre a bordo”. Aqui, a responsabilidade do remetente vai somente até o embarque da mercadoria. É o destinatário ou recebedor da carga quem arca com os custos do transporte e do seguro, podendo ser responsável também pela escolha da transportadora e da seguradora.

2. Qual a modalidade ideal para sua empresa?

A principal escolha relacionada aos contratos FOB e CIF tem a ver com a responsabilidade sobre a carga durante o transporte.

Por isso, sua empresa deve consultar e avaliar com as transportadoras as melhores taxas de transporte e seguro e, ainda, avaliar o valor que o transporte tem para o negócio.

Por exemplo, para uma indústria farmacêutica, que solicita insumos de vários fornecedores e possui exigências sobre o transporte da carga, o frete do tipo FOB é mais indicado. Isso porque o controle da indústria sobre o transporte aumenta, sendo possível selecionar e negociar com as transportadoras as condições ideais de entrega, de modo a obter o máximo desempenho em seu fornecimento.

Já para empresas do tipo B2C, o frete CIF costuma ser mais indicado. Isso porque uma única empresa entrega para diversos clientes, sendo responsável pela gestão dos armazéns, embarques e desembarques. Desse modo, pode ser mais viável contratar um frete do tipo CIF e embutir os custos com transporte em seu preço de venda, para simplificar sua gestão.

3. Frete FOB e CIF caíram em desuso?

Os contratos de transporte não se resumem a FOB e CIF. Existem romaneios, subcontratações, redespachos e outras modalidades de transporte que podem dificultar o entendimento dos contratos e suas nomenclaturas.

Por essa razão, surgiram denominações mais amplas que CIF e FOB, que atendessem aos requisitos dos demais tipos de transporte.

Remetente, destinatário, tomador e recebedor da carga, por exemplo, são termos que ajudam a definir objetivamente quem é responsável pelo quê em um transporte de carga.

Remetente

É o ponto inicial de um transporte de carga. Geralmente é o responsável por promover a saída dos produtos para o transporte e pode ser o emissor da Nota Fiscal.

Destinatário

É o ponto final do transporte de carga. Pode ser uma empresa ou pessoa física que receberá a mercadoria.

Tomador

O tomador é o responsável pelo pagamento do transporte de carga. Na modalidade CIF, o tomador será o remetente. No frete FOB, será o destinatário.

Recebedor

O recebedor pode ser uma empresa ou pessoa física responsável por receber a carga transportada, mas que não é o destinatário. Ele existe em situações de redespacho e de transporte multimodal, em que a carga é recebida em um ponto, mas depois segue com destino a outro lugar.

4. Como acontece o monitoramento do transporte nos fretes FOB e CIF?

Seja sua empresa remetente ou destinatária da carga, acompanhar o andamento da entrega será importante para manter o planejamento logístico em dia. 

Isso porque ter informações de qualidade favorece a identificação de fatores que podem alterar as condições da entrega, afetando possivelmente prazos, preços e a qualidade do transporte.

Por isso, um dos critérios para a escolha da transportadora, seja na modalidade CIF ou FOB, deve ser sua capacidade de enviar informações em tempo real sobre o andamento da entrega.

Para tanto, as transportadoras contam com ferramentas online de monitoramento e softwares de rastreio em tempo real.

Ferramentas de Rastreamento

As ferramentas de rastreamento de entrega permitem o acompanhamento do serviço de transporte, tanto pelo contratante, quanto pelo recebedor ou destinatário da carga.

Dessa forma, basta a transportadora informar um código para o rastreio online e, através desse código, é possível que os envolvidos na entrega consultem o andamento do transporte em determinada página na internet.

De um jeito simples, remetentes e destinatários da carga acompanham todo o processo de entrega e ganham mais qualidade e satisfação em suas atividades logísticas.

5. O hivecloud 3PL 

Uma grande ferramenta para o compartilhamento fácil da informação sobre a entrega é o hivecloud 3PL.

Esta é uma solução completamente online desenvolvida para facilitar os processos de terceirização do transporte de cargas.

Com o hivecloud 3PL, transportadoras, embarcadores e destinatários têm acesso fácil ao andamento do transporte, através do compartilhamento em tempo real das informações. Isso inclui ocorrências como: atrasos, confirmação de entrega, ausência do destinatário, dentre outras.

Além disso, o hivecloud 3PL oferece opções como contratação rápida de transportadoras direto da ferramenta e integração com diversos sistemas de pagamento.

Saiba mais sobre o que esta poderosa ferramenta tem a oferecer a sua empresa!

O que você acha de usar a tecnologia para monitorar seus transportes de carga? Deixe seu comentário mais abaixo contando pra gente a sua opinião sobre o tema! 🙂

Conteúdo relacionado