DistribuidoraE-commerceGestão de TransporteIndústriaTransportadora

O que é torre de controle logístico e como implementar no transporte da sua empresa

8 minutos de leitura
O que é torre de controle logístico e como implementar no transporte da sua empresa
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 9 de dezembro de 2021

Índice

    A tecnologia é sempre bem-vinda quando se quer melhorar o desempenho das entregas e a satisfação dos seus clientes. Uma que vem ganhando cada vez mais destaque no setor logístico é a torre de controle.

    Presente no cenário de transporte de carga, essa ferramenta auxilia empresas no desafio que é monitorar, de forma inteligente, os processos de coleta e entrega de mercadorias, os quais são realizados diariamente e em grande volume. 

    Confira neste artigo as principais informações que você precisa saber sobre a torre de controle logístico: o que é, quais são as principais características, os benefícios e o que você precisa para implementar em seu negócio.

    Afinal, o que é torre de controle logístico?

    A torre de controle logístico, também chamada em inglês de control tower, é uma central de integração que reúne as principais informações sobre cada operação de transporte de uma empresa.

    Seu objetivo é dar visibilidade ao gestor de transporte sobre os processos de coleta e entrega de mercadorias, principalmente em um contexto onde é necessário gerir dezenas de veículos que estão em rota. Na torre de controle logístico, é possível:

    • Realizar o planejamento de demandas;
    • Acompanhar as etapas de coleta;
    • Monitorar as entregas em tempo real;
    • Receber e gerenciar ocorrências;
    • Resolver problemas que podem surgir nas etapas;
    • Analisar os indicadores de desempenho dos transportes.

    De maneira prática, a torre de controle é uma sala onde há pessoas responsáveis por monitorar os sistemas de transporte em tempo real, tratando demandas e cuidando para evitar desvios logísticos, como, por exemplo, a possibilidade de um atraso na entrega. 

    Existem outros gargalos que esse sistema ajuda a corrigir/diminuir:

    • Insatisfação do cliente, a partir do momento em que a torre de controle monitora possíveis problemas que podem impactar na etapa last mile;
    • Trajetos mais longos que poderiam ser evitados e que por isso geram mais custos e mais tempo de espera do núcleo responsável pela carga e descarga;
    • Improdutividade, já que a falta de ferramentas digitais e de pessoas focadas em funções mais estratégicas podem ser responsáveis por atividades menos ágeis, repetitivas e burocráticas;
    • Ociosidade dos veículos, uma vez que a torre de controle ajuda a otimizar o desempenho das operações e consequentemente isso impacta no melhor aproveitamento da frota;
    • O índice de manutenção corretiva do veículo também diminui e isso é um fator econômico bastante positivo, já que são procedimentos mais caros que as manutenções preventivas feitas regularmente.
    gestores trabalhando na sala de torre de controle logístico
    Exemplo de uma sala da torre de controle logístico.

    Características da torre de controle logístico

    Para entender um pouco mais sobre a torre de controle e o que faz esse sistema funcionar de forma satisfatória na logística das empresas, é preciso conhecer os três pontos que o compõem: tecnologia, pessoas e processos.

    1. Tecnologia

    A tecnologia tem papel fundamental no funcionamento de uma torre de controle, uma vez que as soluções digitais utilizadas são responsáveis pelo processamento de dados essenciais para a gestão logística.

    As telas com gráficos dos softwares de gestão de transporte, como o TMS, sistema de monitoramento e de gestão de entregas, ficam centralizadas na sala de controle logístico para dar visibilidade de tudo que está ocorrendo.

    Assim, o time que ali atua tem uma visão ampla dos dados que são mostrados de forma inteligente, para que possam tomar ações mais estratégicas, assertivas e rápidas. Além disso, evita a necessidade de tantas ações manuais, que demandam mais tempo e correm mais risco de erros. 

    2. Pessoas

    É essencial ter uma equipe de funcionários treinados para monitorar e executar as atividades referentes à torre de controle logístico, além de resolver as demandas que surgem no dia a dia das operações e evitar impactos negativos.

    Isso porque não basta ter apenas acesso aos principais dados fornecidos pelos softwares na sala de controle. Também é fundamental ter um time capaz de interpretar as informações, analisar e tomar decisões que vão impactar no resultado de cada operação.

    3. Processos

    Podemos dizer que os softwares utilizados também informarão, além de dados, as funções que passam pelo olhar de uma torre de controle, assim como os processos que precisarão funcionar adequadamente.

    Explicando de maneira mais clara, é preciso organizar como todos os procedimentos que envolvem uma operação de transporte vão se integrar, a fim de estabelecer uma comunicação eficaz na torre de controle, que vai dialogar frequentemente com estes outros setores da empresa para resolver demandas. São processos como:

    • Cotação dos preços de frete;
    • Gestão do processo de coleta;
    • Roteirização das entregas;
    • Monitoramento das mercadorias;
    • Auditoria dos fornecedores;
    • Pagamento de faturas;
    • Análise de desempenho das entregas.

    Qual a diferença entre torre de controle e central de monitoramento?

    O conceito da central de monitoramento se assemelha à torre de controle pelo mesmo objetivo que ambos possuem: o de reunir informações relacionadas ao transporte de cargas e monitorá-las a fim de tomar decisões diante de qualquer necessidade.

    Porém, a central de monitoramento é dividida em diversos pontos de uma região e se dirige a uma central que é a torre de controle.

    Logo, uma empresa pode ter centrais de monitoramento espalhadas pelo país para se comunicar melhor com os motoristas e oferecer mais suporte, mas há apenas uma torre de controle logístico, que é responsável por administrar todas as centrais.

    Como implementar uma torre de controle logístico em 3 passos

    Ter conhecimento sobre as operações de transporte da empresa e saber o que será preciso montar em uma organização quanto aos processos são pontos fundamentais para iniciar a implementação.

    Mas antes disso, também é relevante ter claro o objetivo desse novo setor. Para que dessa forma, em cima das metas, possam ser levantados os softwares adequados, a quantidade de pessoas para o projeto e as atividades que serão implantadas.

    Dessa forma, é possível partir para as três fases de implementação de uma torre de controle logístico.

    Primeira fase

    A primeira fase consiste em obter os dados que você precisa, como informações relacionadas à rota, transportadoras contratadas, motoristas, veículos, mercadorias em rota e todos os custos referentes ao frete.

    Isso será possível através de ferramentas que fornecerão a visibilidade que a torre de controle necessita para operar. São softwares online especializados na gestão de transporte de cargas:

    Para as empresas que operam com transporte terceirizado, existe uma plataforma de gestão de entregas que controla todas as etapas do transporte, desde a cotação com transportadoras até a atividade auditoria de faturas.

    Comumente chamado de TMS embarcador, esse software entrega de maneira completa a visão que a equipe de control tower precisa para o trabalho de monitoramento. 

    >> Conheça mais sobre o sistema de entregas para o transporte terceirizado

    Segunda fase

    A segunda e principal etapa de implantação é o monitoramento das operações de transporte em cada processo que elas passam. Aqui, são analisados os alertas, as falhas e qualquer outro evento para que as devidas ações sejam tomadas.

    Nessa fase, existem alguns Indicadores-Chave de Desempenho (KPIs) que auxiliam na tomada de decisão para melhorar o desempenho dos transportes. São eles:

    • Tempo e qualidade do serviço de entrega (OTIF);
    • Ociosidade dos veículos (parado no pátio ou no engarrafamento);
    • Estado dos veículos
    • Consumo de combustível;
    • Quantidade de entregas realizadas;
    • Satisfação do cliente no recebimento da mercadoria;
    • Entregas planejadas x entregas realizadas;
    • Número de devoluções;
    • Número de entregas atrasadas.

    Ao contar com esses indicadores, o time terá um olhar mais analítico da operação para ver formas de melhoria do seu desempenho, além de saber os principais custos que envolvem o transporte de cargas.

    >> Material gratuito: Infográfico – Os custos do transporte para sua empresa

    Terceira fase

    A última fase é a análise dos dados fornecidos pelos sistemas da torre de controle, principalmente por meio dos módulos de relatórios presentes nessas plataformas.

    Juntando isso aos indicadores citados anteriormente, é possível criar cenários e planejar ações mais assertivas que, posteriormente, devem ser acompanhadas para analisar os resultados alcançados.

    Benefícios da torre de controle logístico

    São diversos os benefícios obtidos com esse setor. Entretanto, a vantagem que mais se destaca é o monitoramento em tempo real das mercadorias, principalmente quando se trata de cargas com alto valor agregado, perecíveis ou produtos perigosos.

    Além desse, é possível destacar outros benefícios significativos da torre de controle, como:

    • Redução de custos com transporte;
    • Mais assertividade e agilidade nas tarefas logísticas;
    • Menor risco de falhas operacionais;
    • Menor índice de danos e assaltados às mercadorias;
    • Empresa mais competitiva com esse diferencial;
    • Aperfeiçoamento dos processos e dos funcionários;
    • Obtenção de dados importantes para otimizar o desempenho da empresa.

    Agora você entende como a torre de controle logístico pode fazer toda diferença no setor de transporte das empresas? 

    Aqui vai mais uma dica: escolha a plataforma certa para auxiliar toda sua equipe a executar as tarefas que uma torre logística precisa!

    Entre em contato com nosso time especialista em sistema de gestão de entregas e saiba como podemos ajudar você a montar sua torre de controle!