CTeDocumentos FiscaisGestão de Transporte

CTe Complementar de Valor: saiba como funciona

3 minutos de leitura
CTe Complementar de Valor: saiba como funciona
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 9 de agosto de 2022

Índice

    Alguns erros podem acontecer quando um CTe (Conhecimento de Transporte Eletrônico) é emitido, e para corrigir falhas como valor do frete menor que o inserido ou ICMS sem incidência, é possível recorrer ao CTe complementar de valor. 

    Continue lendo este post para entender:

    • O que é CTe complementar de valor;
    • Qual o passo a passo para emissão de CTe complementar de valor;
    • Quais são os tipos de CTe complementar;
    • Como evitar erros na hora da emissão de um CTe.

    Saiba quem deve emitir CTe (Conhecimento de Transporte Eletrônico) 

    O que é o CTe complementar de valor?

    O CTe complementar de valor, como o nome já diz, é um documento que serve para complementar os valores que faltaram no CTe emitido, tanto o valor do frete, quanto o ICMS. Sendo assim, neste documento, apenas os valores descritos e a data de emissão podem ser modificados. Caso o CTe tenha sido anulado ou cancelado, não é possível adicionar informações com o CTe complementar de valor.

    Passo a passo para emissão de CTe complementar de valor?

    Este tipo de CTe tem algumas especificações exclusivas:

    • Não é possível complementar um CTe cancelado ou anulado;
    • É possível alterar apenas valores e datas. Assim, todos os outros dados serão iguais aos do CTe original;
    • As consistências de ICMS são as mesmas válidas para o CTe do tipo Normal;
    • O tipo de serviço do Conhecimento de Transporte complementar deve ser o mesmo do CTe original (normal, redespacho, assim como subcontratação).

    Quando o CTe original for emitido com erro, podemos recorrer ao CTe complementar de valor como pudemos ver.

    Dessa forma, alguns passos devem ser seguidos para emitir este documento. Com isso, ao iniciar o procedimento, o campo “Finalidade da Emissão”, deve ser marcado como Complemento para que o sistema emissor crie um documento diferente do CTe normal. 

    Se você já utiliza o nosso sistema de emissor de CTe, só é necessário informar o número do CTe original que deve ter as informações complementadas para que os outros dados sejam preenchidos automaticamente, ressaltando que todos os dados da NFe devem constar no CTe de complemento de valor.

    Assim, após este procedimento, o passo seguinte é informar o valor da diferença para que o frete fique correto. 

    No campo Observações, deverá incluir a seguinte frase:

    “Este documento está vinculado ao documento fiscal de série ____ e número ____, na data __/__/____, em virtude da seguinte situação _____________ (especificar o motivo do erro – valor ou ICMS).

    Quais são os tipos de CTe complementar?

    Em síntese, existem dois tipos de CTe complementar: valor e ICMS. Você sabe a diferença entre os dois? Confira:

    CTe complementar de valor:  Usado quando o valor informado no CTe é menor do que deveria. Por exemplo, digamos que o frete no CTe normal tenha sido emitido com o valor de frete de R$ 500,00, mas o valor correto seja R$ 700,00. Dessa forma, o valor do CTe complementar deve ser de R$ 200,00, uma vez que o outro valor já foi destacado no CTe original.

    CTe complementar de ICMS: Utilizando quando a alíquota do ICMS informada é inferior à alíquota real. Exemplo: se a alíquota do ICMS foi informada no CTe normal como sendo 12%, mas o correto seja 15%, basta inserir 3% no CTe complementar. 

    Conheça todos os tipos de CTe existentes e suas aplicações

    Evite erros na hora da emissão de um CTe!

    Sabemos que infelizmente erros podem acontecer a qualquer momento, inclusive na emissão de um CTe, mas é importante que você esteja informado o suficiente para entender como proceder nestas situações. 

    Assim, investir num bom software de gestão é a melhor opção para a sua operação. Dessa forma, você terá mais agilidade em seus processos e evitará problemas como CTe emitido com erro. Ao utilizar nosso software de emissor de CTe, seus documentos são lançados em apenas um clique. 

    O mais rápido do mercado! Em menos de 30 segundos você terá o seu CTe emitido, os dados são inseridos automaticamente, o que evita erros e futuros problemas.

    Com isso, também é possível armazenar os dados dos veículos, dos motoristas e dos seus clientes no primeiro cadastro para evitar erros de digitação. Sendo assim, teste agora mesmo! 

    ➡ Quero testar gratuitamente o emissor de CTe da Hivecloud