Gestão de TransporteIndústriaLogísticaTransportadora

SCM: Entenda o que é o Supply Chain Management

6 minutos de leitura
SCM: Entenda o que é o Supply Chain Management
Daniel Brasil
Escrito por:
Atualizado em 17 de março de 2021

Índice

    Uma sigla comumente utilizada no mundo da logística é SCM – Supply Chain Management – que, na tradução, significa gestão da cadeia de suprimentos.

    Como o termo é relativamente novo, muitos profissionais do ramo logístico ainda têm dúvidas sobre o que ele significa e quais os benefícios desse modelo sobre a gestão logística.

    Entenda agora o que envolve o processo de SCM e como ele pode impactar positivamente a gestão logística.

    O que é SCM?

    O Supply Chain Management (SCM) refere-se à gestão dos fluxos de materiais e informações entre uma empresa e seus públicos externos, incluindo clientes, parceiros e fornecedores.

    Desse modo, o SCM é usado para integrar os diversos processos relacionados à cadeia produtiva, desde os relacionados aos fornecedores de matérias-primas, passando pelas redes de distribuição, armazenagem, vendas, até o relacionamento com o consumidor final.

    Por que existe Supply Chain Management?

    O conceito de Supply Chain Management se popularizou na década de 1990 no contexto da globalização, quando vimos se intensificar a colaboração entre empresas e fornecedores por todo o mundo.

    De lá para cá, os negócios passaram a compartilhar cada vez mais responsabilidades com seus parceiros, como, por exemplo, as atividades de distribuição, armazenagem e atendimento ao cliente.

    Por essa razão, tornou-se crucial compartilhar informações e processos com todos os envolvidos na cadeia de produção.

    Desse modo, o gerenciamento da cadeia de suprimentos (SCM) surgiu como metodologia de gestão de processos visando garantir a geração de valor para o consumidor final, a partir da sinergia entre as diferentes atividades das empresas envolvidas na cadeia de produção.

    Como Funciona o SCM 

    O processo de gestão da cadeia de suprimentos envolve a integração entre diversas atividades, de diferentes setores e empresas.

    Por isso, seu grande desafio é manter todas essas atividades em comunicação, para, assim, obter o máximo desempenho. Veja a seguir quais são os principais passos.

    1. Integração de sistemas e informações

    Para uma boa gestão de suprimentos, é indispensável que os diversos sistemas utilizados nas atividades de supply chain conversem entre si, ou seja, que a informação de um sistema possa ser lida por outro sistema sem dificuldade.

    Em grandes empresas, é comum centralizar o máximo de informações em um sistema ERP (Enterprise Resource Planning, ou Planejamento dos Recursos da Empresa, em português).

    Os demais sistemas utilizados na SCM podem ser totalmente integrados ao ERP, enviando informações automaticamente para esse sistema, como também podem utilizar as mesmas extensões de arquivos para exportar dados que serão facilmente importados no ERP.

    2. Levantamento de dados

    Uma boa gestão da cadeia de suprimentos envolve tomar boas decisões sobre a produção e sobre os níveis de estoque.

    Para que isso aconteça, é necessário levantar uma série de dados, como: os pedidos já feitos por clientes, a média de vendas para o período, os indicadores atuais do mercado, além das opções de transporte para coleta de insumos e distribuição de mercadorias. 

    Com os sistemas integrados, o processo de levantamento de dados ganha muito mais agilidade, além de diminuir as margens de erro na conversão de valores e formatos.

    3. Análise dos indicadores de desempenho

    Uma vez levantados todos os dados necessários, é hora de avaliar os indicadores de desempenho que representam os objetivos de crescimento da sua empresa.

    Através dessa análise, é possível verificar quais processos estão com bom desempenho e quais pontos exigem intervenção imediata para proporcionar maior qualidade aos processos em supply chain.

    >>Leia mais sobre indicadores de desempenho no transporte de cargas.

    scm e os processos do supply chain

    O SCM na gestão logística

    SCM não é o mesmo que gestão logística. Enquanto processo da gestão de suprimentos, o SCM atua sobre a totalidade da cadeia do supply chain, incluindo as empresas parceiras, que estão fora da organização.

    Já a Logística controla parte dos processos internos do supply chain, como armazenamento, gestão do transporte e a distribuição dos produtos.

    Desse modo, o SCM é uma atividade mais ampla que a gestão logística, porém, trabalha em conjunto com o setor logístico, coletando e provendo informações cruciais para o bom funcionamento do setor.

    Confira a seguir como isso acontece na prática.

    >> Leia mais sobre o que é supply chain.

    Decisões de armazenamento

    Os armazéns, depósitos ou warehouses costumam ser usados como local de armazenamento de cargas, sejam insumos para a produção, ou bens acabados.

    Por isso, é importante que seu gerenciamento esteja integrado com os diversos setores envolvidos no fluxo de produção, como o de compras de suprimentos, o de vendas, o setor logístico e até o de atendimento ao cliente. É aqui que o SCM atua.  

    Caso o armazenamento seja terceirizado, é importante solicitar a integração entre os sistemas para realizar o gerenciamento da cadeia de suprimentos com qualidade e evitar problemas, como falta de espaço para armazenagem, conflito de horários para carga e descarga, falta de informação sobre as cargas, dentre outros.

    Planejamento Logístico

    A etapa de planejamento logístico também pode se beneficiar imensamente do SCM.

    Isso porque ele ajuda a gerenciar todas as informações necessárias para iniciar os transportes, agilizando assim os embarques, bem como o agendamento de coletas e entregas.

    Como consequência, há uma alta taxa de cumprimento dos prazos, o que impacta positivamente na satisfação do cliente.

    Rastreamento do transporte

    O rastreamento do transporte de cargas tem sido cada vez mais estratégico para as organizações, isso porque ele é uma exigência ainda mais comum entre os clientes, seja no B2B ou no B2C.

    Por isso, tecnologias para o rastreamento de cargas em trânsito têm ficado mais populares e acessíveis.

    Mas, mais do que gerar informação em tempo real sobre o transporte em trânsito, estas tecnologias permitem ao gestor de logística ou de SCM analisar KPIs importantes, como a porcentagem de entregas realizadas no prazo, o percentual de entregas com avarias ou não-conformidades, o índice de ocorrências de entrega, dentre outros.

    >> Saiba mais sobre os KPIs mais usados na gestão logística

    Escolhendo um sistema SCM

    Os sistemas SCM são softwares que ajudam as empresas no gerenciamento da cadeia de suprimentos de ponta a ponta.

    Eles funcionam de modo integrado a diversos módulos ou a outros sistemas que recolhem as informações dos setores e empresas envolvidos no processo de supply chain management.

    Desse modo, um sistema SCM permite visualizar todo o funcionamento da cadeia de suprimentos, ajudando a encontrar assim os gargalos e as oportunidades de melhoria.

    Para escolher o melhor sistema SCM, é preciso consultar as empresas de software especializas em supply chain e avaliar qual se adequa melhor à realidade de suas operações.

    Precisa integrar as atividades do supply chain em sua empresa? Confira agora nosso Guia Completo para a Terceirização Logística e conheça as principais apostas em gestão logística com foco em redução de custos e aumento da eficiência. É grátis!

    guia terceirização logística

    Índice

      Artigos relacionados

      Transporte de carga fechada: Conheça as características operacionais
      Gestão de Transporte

      Transporte de carga fechada: Conheça as características operacionais

      Ler conteúdo
      4 dicas para análise de uma operação de transporte de cargas
      Gestão de Transporte

      4 dicas para análise de uma operação de transporte de cargas

      Ler conteúdo
      Sua operação é padronizada? Entenda a importância disso
      Gestão de Transporte

      Sua operação é padronizada? Entenda a importância disso

      Ler conteúdo
      Descubra como funciona o Transporte Multimodal de Cargas
      Gestão de Transporte

      Descubra como funciona o Transporte Multimodal de Cargas

      Ler conteúdo